sexta-feira, abril 19, 2013

as Mães tbém erram (e não é pouco)



Eu sou das que erram algumas vezes. É a paciencia que me falta, e as palavras azedas que ás vezes lhes digo que estão a pesar-me na consciência. Tenho filhas vivaças, enérgicas e barulhentas, e ás vezes o jeito que me dava que fossem mais calmas, mais sossegadas em suma, crianças mais pacatas ... mas alguém aqui em casa é uma pessoa pacata? claro que não, ainda assim espero milagres.

Há por aqui mamãs imperfeitas como eu? (só assim para eu não me sentir um bicho raro) ...
ou alguma mãe perfeita que queira dar-me umas luzes?

Boa tarde

Maggie

9 comentários:

Mariposa Colorida disse...

As minhas Minis também são assim como as tuas. Às vezes, à hora de fazer o jantar fico louca e digo-lhes coisas que depois me arrependo. Agora, depois de ter estado internada estou um bocadinho melhor. Porque foi da algazarra delas que mais senti saudades.

disse...

Maggie a perfeição não existe.
Quando eles/elas, que são uns vivaços e parecem ter pilhas duracell, ficam muito quietinhos ai ficamos logo preocupadas.
:)

Pé de Chinelo disse...

Sempre fui terrorista e o meu marido igual. Sempre fui de experimentar, de mexer, de pular, de pé firme...e por vezes perco a paciência com a minha filha porque ando de mal com a vida. E arrependo-me. Mas eles amam-nos e perdoam-nos e sabem-nos sempre lá (pelo menos sinto isso da minha mãe para mim). Tremo só de pensar se a minha filha em adolescente vai ser como eu fui (e o pai) na vida social e no risco, mas espero ser como os meus pais (e os dele) foram, que respeitaram o espaço mas sempre com limites.

vidasdanossavida disse...

Também fervo em pouca agua e depois fico com os maiores remorsos do mundo. Também tenho um filho super eléctrico e cheio de energia, sinal de saúde, e às vezes também me dava jeito que ele fosse mais calmo... Mas aí não seria o meu filho que eu amo!! Bjs e bom fim de semana

Especialmente Gaspas disse...

Imperfeitas seriamos se não tivéssemos dias maus! Eu sou uma mãe perfeita que às vezes faço/digo coisas que não devia... Cabe a nós melhorar o que achamos que fazemos "mal", mas às vezes é difícil :)

Sonia disse...

eu tb erro -mais do que queria!são os gritos que saem em momentos de stress, a falta de paciencia e tudo e tudo-mas afinal podemos ser super mães mas não somos super heróis -somos humanas...o truque é tentar mudar um pouquinho todos os dias....ás vezes resulta outras nem tanto.
Bom fim de semana

Anónimo disse...

eu sou calma e tenho 2 filhas, a mais velha é normal.nem mto calma nem mto doida.. mas a mais pequena é terrivelllllllllllllllllllllll ehehehhehehehehe
o q eu faço..viro lhe as costas no momento e daí a uns minutos falo com calma..resulta sempre ;)

Anónimo disse...

Doses de paciência! Afinal de contas eles estão cá por nós desejamos. Respirar fundo tab ajuda :)

Abraço
Susana

Jardim de Algodão Doce disse...

Não há mães perfeitas na minha opinião, aliás ninguém é perfeito e ainda bem. O importante é irmos tentando melhorar-nos sempre. Também tenho os dias em que a paciência e o cansaço vencem, mas o meu rapaz de 9 anos já me chama a atenção quando exagero e agarra-me nas bochechas e me faz esboçar um sorriso. Tenho também dois filhos nada calmos e sei que o terceiro também será assim, está nos genes :)