segunda-feira, junho 24, 2013

ainda sobre os quadros de honra nas escolas



Se há quem ache que não estar no quadro de honra no final do ano motiva alguém a lutar por um lugar de mérito no próximo ano, tenho a informar que a minha mais velha já ficou desmotivada por muitos e bons anos. e ao contrário de querer lutar para lá chegar, já entregou as armas e está convicta de que nunca vai lá estar. Eu que detesto este tipo de coisas e tenho o feitio muito parecido ao da minha Micas Manuela, percebo-a, e não tenho argumentos para fazê-la mudar de ideias. Está bem que nada disto é definitivo para o sucesso escolar dos alunos mas que não motiva, não motiva, principalmente quando se perde por umas décimas. A Micas sabe que cá em casa estamos muito contentes com ela, mas parece-me que ela não acha isso suficiente, e entre o ser tagarela e o seu ar de quem vive em Marte sente-se ali qualquer coisa ...
Ahhh e já levou recado que eu bem ouvi a professora a falar para ela:" se para o próximo ano não fores para o quadro de honra,  esfolo-te viva" , percebo que a professora ache que ela tem capacidades embora seja muito distraída, mas se pensa que motivou a minha filha com esta conversa está muito enganada.
Alguém quer partilhar alguma experiência em relação ao tema? ana? 
Maggie

6 comentários:

teardrop disse...

É frustrante... Nunca estive no quadro de honra e sempre fui uma aluna com excelente notas. Sei bem o que se sente! Mas o importante é continuarmos sempre a lutar! Beijinhos para ti e para a filhota

Maggie disse...

e isto torna-se ainda mais ridículo quando sabemos que á medida que crianças vão passando de ano são cada vez menos os meninos por sala que estão no quadro de honra. Ora para quê faze-los passar por isto logo no 1º ano se depois mtos poucos se vão manter por lá? enfim, não gosto!

Maggie

Anónimo disse...

penso q o quadro de honra terá a mesma importancia para a criança q os seus proprios pais lhe dão..
as minhas filhas sao exactamente como eu... n ligam a quem faz mais ou menos do q elas..dao o seu melhor e divertem-se com tudo o q fazem..o prof de ballet da minha mais velha diz q a minha filha é a unica das salas dele q tem o factor x para o ballet mas como n tem vaidade nenhuma , n se preocupa sequer em competir com as outras q sao nitidamente inferiores ...a vida é assim.. a mim o q me interessa é q sejam felizes e as minhas sao e n entram em competiçoes ;))o quadro de honra n me assusta

Bia disse...

Credo, mas a professora passou-se?
Deus me livre se eu pagava uma escola, para ouvir a professora dizer essas coisas! Esfolo-te viva??? Comigo não era recado...era eu lá pessoalmente!! E ia ver quem é que esfolava viva a quem se a conversa não ficasse por ali...

Maggie disse...

eu não dou importância nenhuma ao quadro de honra, é a escola e os professores que dão e até as outras crianças. sendo assim não posso ignorar o tema, é assunto de conversa entre os miúdos das diferentes salas!
Felizmente vai começar a praia, a ver se este tema passa de moda ...

Obrigada
Maggie

ana disse...

Por aqui (escola pública) não há quadro de honra no 1º ciclo, só daqui para a frente. Mas não é por isso que não existe comparação de notas, claro. Não é verdade que os pais sejam os únicos responsáveis pela competitividade dos filhos (embora tenham grandes responsabilidades nisso). Tenho uma filha que quer ficar no quadro de honra, ter tudo cincos, e ficou muito, mas mesmo muito orgulhosa por ter sido uma das 3 no agrupamento a ter 5-5 nos exames do 4º ano (ficaria mt desiludida se assim não fosse), enquanto que a outra não tem esses objetivos. Em casa não estimulamos a competição, não exigimos cincos e ficamos contentes com o que conseguirem.
Dito isto, preocupar-me-ia muito se fossem os professores e o meio educativo em geral a incutir nas crianças esse sentimento de que têm de ser "as melhores". O comentário da professora foi infeliz e não o deixaria passar em claro. A autoestima das crianças é algo de muito frágil...bem vejo pela minha B. que, apesar de ser boa aluna, acha-se "burra" só porque não é tão boa como a irmã.