sexta-feira, novembro 01, 2013

novembro começa com o dia de todos os santos


“O Dia de Todos-os-Santos fala do mistério que nós proclamamos no Credo, a comunhão dos santos, que é um mistério belíssimo da nossa fé. Cada um de nós quando entra na história da fé pela graça do baptismo não fica sozinho. A comunhão dos santos quer dizer, antes de mais nada, a comunhão com as coisas santas, mas quer dizer também a nossa unidade com as outras pessoas que acreditam em Deus”, disse.
O pároco da Encarnação, no Chiado considera que é preciso que a Igreja recupere o significado profundo deste Dia de Todos-os-Santos e lamenta a recente ligação ao “Halloween”, que nada tem a ver com Portugal.
O cónego João Seabra lembra que durante muitos anos os feriados eram os dias santos, “não havia outros”.
Bom dia

Maggie

1 comentário:

p* disse...

Pois as tradições deviam ser mantidas, mas como escreveste no post anterior vamos buscar americanices, e como li nos comentários, em prol dos miúdos faz-se e muda-se tudo! Os miúdos tem que ser educados, bem educados e ensinados sobre a nossa/deles história, orgulho nas tradições, no país, educados em valores (esse orgulho faz parte desses valores) e não em americanices, sempre com a desculpa que os miúdos gostam! gostam de festas, claro! Quem não gosta?!