sexta-feira, novembro 22, 2013

o Canguro Matemático


Quem tem filhos no 1º ciclo sabe que existem a partir do 2º ano as provas do Canguru Matemático. A minha filha mais velha vai este ano estrear-se a fazer uma prova mini escolar I ( uma parecida com esta), claro. Ora em jeito de provocação venho perguntar-vos se isto não é pressão, e se os miúdos de hoje não trabalham mesmo demais? é pressão para os miúdos, para os professores, para as escolas e também para os pais. É que eu há 30 anos atrás quando andava na primária fazia 1 teste por período, e as crianças de agora fazem os mesmos testes do período, os testes mensais, e os meninos do 2º ano ainda fazem os testes intermédios + o teste do Canguru! 
Para quem não conhece nada como informar-se sobre estes testes, e ainda que a escola não se inscreva para participar podem sempre imprimir os testes e dá-los ás crianças para ver do que capazes.

Bom fim de semana


Maggie

6 comentários:

ana disse...

A sério que não entendo a pressão a que te referes...a não ser que venha da própria escola! As minhas filhas fizeram o canguru matemático no 4º ano - foi um jogo, uma atividade como tantas outras. Fizeram, foi classificado, ninguém se apurou para a 2ª fase, assunto encerrado. Este ano a M. foi as mini-olimpíadas da matemática (era voluntário mas ela quis) - ela gosta deste tipo de desafios, ainda nem sabe a classificação mas foram umas duas horas ocupadas, e já está.

Sónia disse...

Eu até achei piada ao teste e vou guardar para quando a Sofia for para o 2º ano ;)

Beijinhos e relax!

Paula disse...

Maggie,

Estou com a Ana. Vi a ficha e não achei nada de mais sinceramente. Eles fazem actividades do género durante as aulas normais. A minha fez os testes e nós nem soubemos. Acho que a prof. fez bem. Alguns pais poderiam pressionar os filhos a estudar e sem necessidade. Para eles é apenas mais uma ficha.

No último post percebi que te referias ao trabalho extra-escola e esse sou da opinião que deve ser com conta peso e medida. Sem exageros. O tempo que passam na escola a aprender é suficiente. A minha passa lá mais tempo por causa das AECs. Tem um intervalo de 30 min de manhã. Uma hora e meia de almoço e mais um intervalo de 30 min à tarde. Brincam muito pelo que ela me diz e as próprias aulas são dadas de uma forma a que ainda não consideram "trabalho".

Eu estudei até ao 7 ano em Angola e apesar de alguns problemas na educação sempre considerei a escola mais exigente lá do que cá. Para mim foi estranho o prof dizer qual a matéria q saía no teste por exemplo. Fiquei de boca aberta com as manifestações aquando das primeiras provas globais. Fui a única da sala que se dirigiu à sala para fazer a prova. Não percebia o medo da avaliação porque sempre fui avaliada à séria desde a primária. A educação está a mudar mas nesse aspecto parece-me ser para melhor. Parece-me é que os pais têm que perder o medo da avaliação e considerá-la como mais uma parte da educação. As crianças não sentem essa pressão de que falas a menos que os pais as façam sentir. forma.

Bjs

Maria Pereira disse...

Olha, n faço a minima ideia do que isso é...

Bjs e bom fim de semana

Rita_in_UK disse...

Desconheço esses testes, mas posso dizer-te que o Luisinho me trouxe ontem 3 testes "Muito Bom" para casa e perguntas tu: "preparou-se bem"? Acredito que sim, mas não faço ideia de quando os teve, porque não veio qualquer informação para casa. Mas se tivesse vindo, eu não ia fazer nada de diferente... E não, não me considero perfeita e a nossa vida não é um mar de rosas porque de outra forma não tinha ido procurar ajuda para lidar com a Maria nesta fase. Acho sim que eu e tu (ou eu e a escola das tuas filhas, ainda não percebi bem) temos visões diferentes acerca da intervenção dos pais na vida escolar dos miúdos, isso sem dúvida! Bjinhs

ML disse...

A pressão acaba por estar na cabeça dos pais. Testes, fichas, desafios como as olimpíadas ou o kanguru matemático são isso mesmo desafios. E acredita que eles adaptam-se bem e gostam!

Muito pior era não fazerem nada. Não testarem os conhecimentos e não se porem à prova. Aí sim, quando fossem confrontados com um teste\exame é que stressavam.

Assim são etapas, que fazem parte da sua aprendizagem e crescimento.

Eles gostam de desafios!