terça-feira, novembro 19, 2013

o divórcio dos pais deixa os filhos tristes (hoje na TVI)

Os meninos de hoje estão familiarizados com o tema, até porque há sempre um amigo que tem os pais divorciados, mas o que me tocou nas entrevistas ás crianças com idades entre os 6 e os 7 anos foi o ar triste com que responderam ás perguntas sobre o divórcio. Todos responderam muito bem ás várias perguntas sobre o tema, em alguns percebe-se que os pais estão separados pelas respostas especificas que deram, só uma menina de pais separados tinha um ar alegre como todas as crianças deveriam ter, mas a maioria falava sobre o tema com o semblante carregado. Infelizmente por maior que seja o esforço dos pais as crianças  sentem a mágoa, a dor, as discussões, e sofrem com isso ...

Atenção: em momento algum as crianças disseram ser infelizes, acredito que brincam e corram no recreio da escola como qualquer criança mas quando foram inquiridos sobre o tema mostraram desconforto e uma tristeza no olhar.

Maggie

11 comentários:

Sonia disse...

imagino que por mais pacifica que seja -é sempre uma separação, uma mudança ao que eles estavam habituados e é triste claro que é

Bonitinha disse...

Tens razão Maggie, meu marido separou-se da mulher quando s filhos tinham 7 e 5 anos e mesmo ficando com eles todos os fins de semana e sempre que queriam, eles sofreram muito. E olha que o mais novo dele até hoje fica com febre quando o pai vai embora.
beijinhos

Mel disse...

luto todos os dias para que a separação do pai da minha filha não a prejudique em nada. coloco sempre os interesses dela em 1º lugar e apesar de não ser fácil até agora temos conseguido. graças a Deus que sinto que a minha filha é feliz! também é pequenina o impacto é sempre diferente do que se fosse mais velhinha. bjs

Maggie disse...

Também me parece que quanto mais pequeninos forem melhor, na idade que mostraram (inicio de 1º ciclo), eles já têm muita consciência e ficam com lembranças de discussões e de confusões, que nada têm a ver com eles.

bjos

Maggie

Belle du Jour disse...

não é fácil mas não é impossível os pais separados darem uma vida saudável aos filhos. basta que cada um use do bom senso.

Maggie disse...

pois é, foi o que o psicologo de serviço disse: bom senso. Parece fácil mas não é, na maioria dos divórcios as crianças continuam a ser a "arma "para continuara atacar o outro.

Bjos

Maggie

amora disse...

também vi. e acho que o pior de tudo é mesmo a falta de amor que os filhos possam sentir (porque tb há pães e mães que simplesmente abandonam os filhos)e as "guerras" entre os pais, os adultos perdem tempo com coisas tão menores...
gosto de ver famílias unidas, mas acredito que nem sempre seja possível dar continuidade aos projetos a dois... amor, a certeza de serem amadas é o mais importante :)

Ana disse...

Mas as reacções das crianças perante uma câmara de TV não significam nada...
Qualquer criança com pais divorciados por mais que seja uma criança normal e feliz vai ficar incomodada quando a televisão lhe for perguntar o que é divórcio. Afinal se em casa o divórcio for tratado com bom senso e como algo normal porque raio vem a televisão perguntar á criança sobre o assunto como se fosse algo do outro mundo? Acho que nem deviam permitir que a TV invadisse assim a intimidade dos miúdos, e sem saber da vida de cada um.

Maria disse...

Os meus filhos sofreram imenso com o divorcio... hoje dois anos depois estão bem mas logicamente que o sonho deles era ver pai e mãe juntos.

Mamã Petra disse...

Os meus filhos mais velhos tinham 11 e 5 anos na altura do divorcio, eles nunca assistiram a discussões que sempre os quis poupar, nunca tiveram mau ambiente, apenas 1 dia deixaram de ter o pai e toda a familia do mesmo, sim que eu divorciei-me do pai e eles todos divorciaram-se dos nossos filhos, nunca mais quiseram saber deles, de os ver, pagam a pensão de alimentos e metade de todas as despesas que mandar por email, mas nunca os visitam, telefonam ou procuram, como é obvio eles sofreram com isso, depois refiz a minha vida e eles a deles, hoje em dia têm um pai do coração 2 novos irmãos e são felizes muito felizes. Nem se lembram que um dia tiveram outra familia nem falam neles, 9 anos depois somos uma familia de 6 muito felizes e sem diferenças entre os irmãos.

Maggie disse...

Que bom Petra, que bom que os teus meninos ganharam outro pai e uma nova familia. Infelizmente conheço vários casos em que depois do divórcio a familia paterna desapareceu. Tristes, gente triste.

Bjos

Maggie