quinta-feira, dezembro 12, 2013

esta coisa do ser exigente

é minha, eu sou exigente. Sou muito exigente comigo, com os outros e inevitavelmente com as minhas filhas. Talvez seja defeito, não sei mas não sou de me conformar nem de deixar andar, quando não estou satisfeita digo e faço as minhas reivindicações. Comigo as coisas ou são ou não são, não fico satisfeita com as coisas mais ou menos bem. Sou uma pessoa exigente e por isso nunca estou satisfeita é verdade, há sempre alguma coisa que me deixa inquieta, afinal a perfeição não existe não é?
 Se calhar era mais feliz se fosse uma pessoa conformada mas não sou, nunca serei.
Com as minhas filhas também sou exigente, dou tudo o que posso mas exijo retorno. E nem os anos que passaram até as ter comigo me aligeiraram a exigência. Na verdade elas são saudaveis, não têm problemas de desenvolvimento, não passam dificuldades nem preocupações que não sejam as da idade delas, por isso também como mãe sou exigente. Agora caminhamos para uma nova fase, a exigência irá continuar mas com mais elogios á mistura, vamos ver como corre, vamos ver se as auto estimas se elevam ...


Maggie

1 comentário:

Carla disse...

bom dia Maggie!
olha eu aqui com o cérebro frito fico a olhar para o teu post e não sei se és exigente. Não sinto que sejas exigente. Achas???? Não serás mais firme que exigente??? Na exigência há um processo unilateral, pede-se mas pouco se dá em troca.... tu dás tudo em troca ;) bom fim de semana.