quarta-feira, dezembro 18, 2013

nisto do Amor as mulheres são todas iguais?


ou sou só eu e a "minha amiga" Margarida Rebelo Pinto que sofremos dos males do coração?
Serão as mulheres todas umas exigentes nas relações? procurarão todas as mulheres o que afinal nem existe? seremos todas pedinchas de amor, de atenção e de carinho? e afinal procuramos o quê? hummm será um homem com alma de mulher? alguém que nos compreenda quando não abrimos a boca? alguém que perceba os amuos? alguém que antecipe as desilusões e as frustrações? alguém que nos ature as conversas sobre tudo e nada durante horas? afinal procuramos exactamente o quê? sim que isto de só amar não chega, é preciso carinho, mimo em doses extra, festinhas no cabelo, nas costas e nos pés. Afinal por mais modernas que sejamos hoje em dia, continuamos na busca do cavaleiro andante, do príncipe que nos oferece uma caixa de bombons em dia que não é de aniversário, do que nos oferece flores em dia de nada e uma jóia em dia de coisa nenhuma. Continuamos a gostar da surpresa, de um convite num dia qualquer. Somos modernas e continuamos a gostar de ser cortejadas á moda antiga, não será?


Bom dia

Maggie

3 comentários:

Bonitinha disse...

Eu curto o cavalheirismo, o abrirem a porta, o cuidado que o marido tem comigo e até nas calçadas tenho de ir para o lado de dentro. Gosto muito e é cada vez mais raro encontrar homens gentis.
beijinhos

Anónimo disse...

só conheço homens gentis felizmente..e o meu marido é um deles e acho que a maioria é assim quando gosta

Rita_in_UK disse...

Sorte da anónima. Eu então no trabalho é cada labrego que até faz impressão. Ainda no outro dia tive dois a darem-me literalmente com uma porta na cara. E sim, ainda acredito que uma senhora é uma senhora, até o meu filho de 7 anos nos escorregas diz "meninas primeiro". Podem ter todo o dinheiro do mundo, audis Mercedes e bmws... Mas quem não bebeu chazinho em bebé dificilmente lá chega depois... Quanto ao meu homem em particular, cumpre todos os requisitos, graças a Deus :)