terça-feira, dezembro 10, 2013

sugestões de livros para o Natal e Ano Novo


(Fnac)

Uma história tocante sobre a felicidade das coisas simples da vida. «O meu nome é Jocelyne. Quando era jovem, sonhava trabalhar no mundo da moda em Paris e conhecer um Príncipe Encantado. Mas a vida foi passando e, afinal, tenho uma retrosaria, o meu marido pouco ou nada me liga e os meus filhos já deixaram o ninho. Mas a sorte mudou e, agora, posso ter tudo o que sempre desejei. No fim de contas, agora posso ter tudo o que sempre desejei. Mas começo a duvidar se o dinheiro me trará realmente a felicidade e se não terei mais a perder do que a ganhar…» Uma história luminosa, comovente e divertida sobre o amor e o acaso, que já inspirou mais de meio milhão de leitores em todo o mundo a procurar a verdadeira felicidade.

(Fnac)

Relendo os textos que escrevi para o jornal Destak demorei-me mais sobre aqueles que falam dos encontros e desencontros entre pais e filhos, das famílias que se digladiam nos tribunais, das crianças perdidas ou esquecidas em instituições, da importância da saúde mental e da educação, dos preconceitos e mitos que nos impedem de ser mais felizes. Realizei que independentemente do estado da economia ou da sociedade as nossas crianças precisam de pais mais assertivos, mais capazes de os ensinar a fazer escolhas, a reconhecer e a enfrentar, e por vezes até a aceitar, os contratempos que a vida lhes trará, para crescerem com autoconfiança e coragem. Realizei também que esse caminho é difícil, e que sim, às vezes as mães (e os pais) têm mesmo de ser chatos.Espero que alguns destes textos sirvam de ponto de repouso nessa viagem árdua, mas compensadora.Desejo muito que outros sejam suficientemente provocadores para que os leitores tenham vontade de desbravar novos caminhos e, sobretudo, lembrar a todos que não caminhamos sós.


Maggie

Sem comentários: