segunda-feira, fevereiro 10, 2014

estou em choque: esta pessoa existe?


O berço de ouro é uma educação requintada, família de pessoas honestas e trabalhadoras , sem vicios , com hábitos sofisticados e depois tem a questão estética, são sempre pessoas finas mesmo de jeans rasgados e cabelos rebeldes. Os brazoes de familia e nomes tirimtimtim são coisas antigas e pirosas,nada a ver com berços, a maioria são de familias de bebados e agricultores. Em relação a si, claro que não tem berço, aqui pelos blogs só mesmo a Kiki da Familia 3 e 1/2 , claro que poderá haver mais mas sinceramente não me lembro de outra. E não me parece ofensivo dizer que alguém não tem berço, a grande maioria das pessoas não o tem e vive perfeitamente feliz a sua vida, existe uma diferença abismal entre o ser e o fazer-se e aqui na net todos são aquilo que quiserem ser, menos o berço, esse está no ar da pessoa e as fotos traem qq conversa ou texto cuidado ! em há os sem abrigo, e depois também há os sem berço ...

A minha anónima preferida, aquela que me acusou de não ter berço respondeu-me á hora prevista, estava mesmo á espera dela. Sinceramente fiquei em estado de choque, há mesmo gente que pensa assim? bem em minha defesa e em defesa da honra da minha família asseguro que não éramos agricultores ( tenho pena porque até ainda podia ter umas terras de herança mas não, não eram agricultores), e quanto aos problemas com o álcool não posso garantir nada por isso amanhã falo com o meu pai que fez a arvore genealógica da família até meados do ano de 1600.
Toda a gente sabe que álcool e toxicodependencia são transversais a todas as classes sociais mas parece que para esta anónima não. 
Será que esta pessoa vive neste século? Até estou com medo, há gente que vive num mundo á parte.
O que acham disto? eu nem ia dar mais tempo de antena a este assunto mas tornou-se tão ridículo que não o consegui guardar só para mim ...


Maggie

11 comentários:

Anónimo disse...

lol é uma anedota. vai-me perdoar mas vou ter de responder....de anónima para anónima.
a querida amiga anonima bem podia trocar tudo isso por miúdos. está-se a referir obviamente ás pessoas queques, famílias "de bem" que tratam os filhos por você e que vivem de heranças (daí a expressão berço de outro, são pessoas que quando nascem já têm uma fortuna e que não vão precisar de mexer uma palha, serão dondocas)
muito raramente essas pessoas trabalham. essas pessoas brincam aos trabalhos que é diferente. herdam uma empresa, e depois vão para lá brincar/mandar. não suam todos os dias. não faz delas más pessoas, mas trabalhadoras? para o bronze talvez. não ponho em causa que sejam honestas. depois há aquelas que não gerem bem a fortuna e ela um dia acaba.
e lamento dizer a essa anónima que uma pessoa quando é feia e tem mau gosto, é feia e tem mau gosto independentemente de ter um berço de ouro ou de palha. de facto podemos nascer num berço de ouro mas é só mesmo isso que temos garantido, ouro. ...porque educação requintada, beleza exterior e interior, bom gosto, honestidade...não tem a ver com berços, nem com raças, nem com nacionalidades, nem com classes. isso adquire-se... ou não.

é basicamente isto. o que essa anonima quer dizer, é que a Maggie não é queque, nem de famílias de bem.

Flor Guerreira disse...

Mas o que são famílias de bem? Famílias de bem são aquelas em que as pessoas são honestas, trabalhadoras e têm valores. Berço todos nós tivemos. Se foi de ouro ou não, pouco importa porque a maior parte dos que nasceram em berço de ouro (ou pseudo berço de ouro), os queques, não são mais que uma cambada de cópias uns dos outros. Falam todos com o mesmo sotaque, vestem todos as mesmas sweats e calçam todos os mesmos sapatos de vela. Tudo comprado na feira de Carcavelos, como se calhar os meus.
Ser de bem como refere a tua anónima,
eu não queria nem quero. Prefiro ser eu, sermos nós a sermos formatados.

Maggie disse...

Mas desde quando é que a honestidade, a inteligencia, a beleza, são características das pessoas que nasceram em berço de ouro? basta olhar aqui para o lado espanhol para ver a Infanta Cristina metida em negócios pouco honestos.
Há cada uma que parece mesmo uma anedota.
Enfim

Maggie

Patrícia Teodoro disse...

Eu tambem me custa que existam pessoas assim tão pequeninas e mediocres, que liguem a coisas...que MEU DEUS...a educação e respeito são os valores mais importantes do saber viver em sociedade, e esta ladie de berço não sabe onde a liberdade dela começa e termina, temos que avisar a Carolina que ela é a ÙNICA que tem nível e berço que convença a senhora condessa.Oh mon Dieu!!!! She is so stupid

Beijo da brejeira aqui do lado....

rosa_chiclet disse...

Credo.. não é possível alguém ainda viver com estas coisas sem sentido..

kisses***

Paula disse...

Kiki, é uma provocação.
Nada mais que uma provocação.
vidademulheraos40.blogspot.com.

Rita_in_UK disse...

Realmente Maggie, ela tirou a VIDA para te chatear, credo!!! Ainda por cima nem diz coisa com coisa. Desde quando é que nascer em berço de ouro é sinal de ser trabalhador e honesto? Sem vícios? LOL. Desde sempre os piores foram precisamente os dos berços de ouro. Encostados à vida "dourada" em que viveram os pais e avós, e com os piores vícios precisamente por terem pouco para fazer e muito dinheiro para gastar. Os hábitos sofisticados incluem fazer filhos às criadas certo?? É que era um hábito muito comum dos "senhores" de antigamente...
Certo é que acabam quase todos na miséria. Os brasões e os nomes pipis ou lá como lhes chama são precisamente a origem da expressão "em berço de ouro". Só porque a anónima não tem brasão ou ficou "picada" por tu dizeres que tens um, agora o que interessa mesmo é ficar bem de calças rotas e esgadelhada... Fico também sem perceber se afirma que a Kiki tem berço de ouro porque ela fica bem de calças rasgadas ou porque trata os filhos por você. Enfim... são, obviamente, 2 razões de peso para se afirmar com certezas absolutas que alguém nasceu "em berço de ouro". Santa paciência... Bjinhs Maggie, devias bloquear-lhe o IP! Ou então deixa estar, sempre vai dando para nos distraírmos quando lhe dá para a parvoeira :p

p* disse...

hahahaha o que eu me ri. Maggie desculpa mas quem escreveu isso só pode estar a gozar contigo. Isso ou escreveu com os copos, que não me parece porque as palavras estão escritas numa caligrafia coerente. Mas morro de curiosidade: quem possui o único blog "de ouro"? Por favor diz-me, nem que seja por mensagem privada no facebook. :D

Maria disse...

Olá Maggie...só para dizer (sobre os berços acho que não haverá dúvidas sobre o que penso pelo menos para quem me lê de quando em vez), que continuo a achar que este tipo de comentários, quando se tornam insultuosos e gratuitamente hostis não merecem protagonismo que é precisamente o que pretendem...Todos podem ter a sua opinião...mas quando começam a usar isso para ofender os outros...perdem o direito de invadir o espaço dos outros...é o que penso...!
Beijinhos e boa semana!
Maria

Maggie disse...

E tens toda a razão Maria, recebo emails destes diariamente mas como este era tão ridículo, talvez o mais ridículo mesmo, decidi partilhar. Esta pessoa não está a brincar eu acredito que pensa mesmo o que diz, tem sempre o mesmo discurso, sempre as mesmas ofensas, sempre as mesmas acusações.
Enfim, como é que nos dias de hoje ainda há gente desta? e anda no meio de nós disfarçada,…

Bjos a todas

Maggie

Anónimo disse...

Olá Margarida,

Relativamente a este assunto apenas tenho a dizer que o "berço"onde nascemos nunca definiu, nem definirá, a integridade nem a grandeza de nenhum ser humano e a história já se incumbiu de documentar isso mesmo ao longo dos tempos.

Bjs

Susana