segunda-feira, fevereiro 03, 2014

uma mãe nunca devia adoecer


Estou doente e não gosto. Uma mãe lá pode dar-se ao luxo de estar doente? é que se a mãe está doente não pode ficar na cama nem no sofá embrulhada numa mantinha a ver tv e a dormitar o dia inteiro, é preciso continuar a fazer as refeições para os filhos, é preciso verificar se lavam bem os dentes, é preciso ajudar nos tpc´s e é preciso garantir que tomam o pequeno almoço antes de sair de casa e é preciso não esquecer de preparar os lanches da manhã. Porque mãe é mãe e a mãe aqui é que orienta as tropas. Por isso quando hoje tive que despachar as minhas filhas para a escola e não saí a porta de casa, elas abriram a porta, desceram as escadinhas e andaram ordeiramente até entrar na carrinha da escola, o Sr. Motorista olhou para mim e estranhou, então? pois a mãe está doente mas elas portaram-me melhor que nunca, colocaram sozinhas as mochilas atrás, entraram na carrinha e colocaram os cintos. Fiquei orgulhosa, perceberam que a mãe não podia ajudar hoje e portaram-se como meninas crescidas. Sei que foram preocupadas, afinal isto da mãe estar doente é tão raro, e isto da mãe estar doente e nem se vestir, nem sair para ir tomar o café, mais raro é, mas prometi-lhes que logo estarei como sempre, a postos para ralhar, e para fazer o jantar, e para ouvir os relatos do dia, e para ajudar nos tpc´s, e para as obrigar a lavar as mãos e a escovar os dentes. Por isso agora vou ali enrrolar-me na manta e gramar os programas da manhã enquanto dormito um bocadinho porque logo ao fim da tarde tenho que voltar a ser mãe.


Bom dia

Maggie

13 comentários:

Bi disse...

Estão crescidas!!

Rápidas melhoras!!
Um beijinho*

vera disse...

As melhoras, Maggie!!

Flor Guerreira disse...

As tuas melhoras minha querida. Um beijinho às tuas princesas.

Anónimo disse...

É para isso que existem um pai... quando é presente claro!

Maria Pereira disse...

De facto qd estamos doentes é terrível pois não podemos ajudar os nossos filhotes, por isso espero que fiques bem rapidamente

Um beijinho

Maggie disse...

Cara anónima: há gente muita estúpida realmente, e você se não é, para lá caminha. Aqui o pai é presente mas felizmente tem trabalho, sai de casa antes das filhas acordarem e chega quando estão a jantar. Aqui em casa vive um pai mas podia não viver, e eu teria que me desenrascar á mesma. Aqui vive um pai mas não vivemos dependentes da hora dele chegar para nada, vamos fazendo o que podemos. Quando ele está maravilha, quando não está, está a trabalhar felizmente! E nós temos muito orgulho em ter um pai trabalhador e que faz tudo para que tenhamos uma vida o mais simpática possível. Isso também é ser pai, ou para si ser pai é dar a papa e o banhinho todos os dias? Eu também não me importava mas a nossa vida não é assim, e não é por isso que não nos entendemos. Cada família é uma família e funciona á sua maneira. Deixe-se de tretas e seja feliz com o pai e o marido que tem que eu estou encantada com o meu.
Um beijinho Maggie

ahhh já me esquecia, espero que nunca perca esse marido porque sem ele já se percebeu que a sua vida não anda, ou isto ou tem uma raiva escondida a quem tem marido por acaso está sozinha?

Anónimo disse...

Existe uma coisa que se chama baixa por assistência a família... Há coisas para as quais não há a desculpa do trabalho para não estar presente. Em caso de doença, da mãe se ver aflita e nem poder descansar.... Ah e também não percebo um pai que não consegue tirar UM dia por ano para estar presente no aniversário de um filho, não percebo mesmo, mas são mesmo opções não é para eu perceber.
Quanto ao meu marido é um marido normal, um pai presente e também trabalha, uma coisa não anula a outra.
E sim também espero nunca o perder não por mim mas pelos meus filhos.
As suas rapidíssimas melhoras

Maggie disse...

O seu marido é um marido normal e o meu também mas convenhamos que nem todos os trabalhos são iguais, e provavelmente o seu quando chega a casa deixou o trabalho no trabalho, o meu marido ainda traz para casa. Só posso desejar-lhe que esta crise não obrigue o seu marido a aceitar um trabalho em que comece a ter que faltar em certos dias tão familiares… é que você não consegue perceber ia ser uma confusão.
Agora fora de brincadeiras, aqui em casa ninguém tira dias quando um filho faz anos, as minhas andam no 1º ciclo e não faltam á escola nos dias de aniversário, aqui em casa as festas são ao fim de semana. E quando o pai não está no dia da semana em que alguém faz anos é porque está fora do país, não se trata apenas de tirar o dia, trata-se de viagens de reuniões marcadas com meses de antecedência onde a presença dele é fundamental. Nem todos os trabalhos têm a mesma responsabilidade :)
Bjos

Maggie

OutraMaria disse...

pois é mae nao tem folga para nada, temos de estar ao serviço permanentemente, nao podemos dar ao luxo de ficar doentes... dou-te valor... AS MELHORAS minha querida

Nany disse...

As melhoras rápidas. Concordo contigo plenamente mãe não devia adoecer nunca.
Estou solidária contigo de uma mãe doente para outra.
Bjs

ana disse...

As melhoras...e mau, mau é quando a mãe doente ainda tem de se pôr fora de casa a trabalhar (o que já me tem acontecido)...

Bonitinha disse...

Oh Maggie, eu te entendo, apesar de não ser duas...no meu caso o Fabian ainda é muito dependente, não consegue nem se servir sozinho, apenas comer. Quando estive muito doente o Fernando pôde tirar uns dias de férias pela primeira vez na vida! Ele não ganha muito neste emprego mas ao menos como é empregado, conseguiu segurar as pontas aqui. Claro que não é o caso do cargo do teu marido, que tem mais responsabilidades como disseste, não é sempre que ele consegue estar presente. Espero que fiques bem logo, e que o maridão recupere este tempo com muitos miminhos!! beijokas

Sofia e Beatriz disse...

As tuas melhoras!!!
Por aqui o pai também chega tarde! Se esperasse por ele para fazer jantar, banhos, e afins... acho que nos deitávamos lá para a 1 da manhã :P
Beijossssssss