segunda-feira, maio 05, 2014

passado o dia da Mãe felizmente ...



Sim, que eu detesto dias disto e daquilo, dias formatados para ir almoçar fora só porque fica bem, dias formatados para tirar a foto com a mãe e mostrá-la ao mundo, dia formatado para as longas filas na florista para conseguir levar um ramo qualquer, sim que muitos são de tão mau gosto que nem deviam ser pagos, mas é preciso levar um ramo. Para mim estes dias assim metodicamente organizados só servem para lembrar, os que só se lembram disso uma vez no ano e porque a tv dá uma ajuda. Cada um teve a mãe que lhe calhou em sorte, uns tiveram mais sorte do que outros felizmente mas nos dias da mãe todas passam á categoria das melhores mães do mundo automaticamente. Muitas só por um dia é certo porque no dia a seguir já ninguém liga á mãe mas pronto enquanto durar o dia tudo são rosas, mesmo que seja só uma vez ao ano. Ser Mãe não é nada disto, ser mãe vai além das flores, dos presentes, do almoço, e da fotografia. Ser mãe é o melhor do mundo, e é o mais difícil. Não acho que seja coisa para se agradecer, afinal a mãe tem a obrigação de dar o melhor aos filhos, e fazer o melhor para os ensinar e para os educar. Ser mãe é pôr os filhos á frente, é tê-los na lembrança a toda a hora, é chorar com eles quando estão tristes e rir com eles quando o dia lhes correu lindamente. Uma mãe não falha, uma mãe está lá, uma mãe merece receber de volta tudo o que um dia deu aos filhos. As que conseguiram dar alguma coisa, claro. Cada mãe ocupa um lugar que é só seu e que ninguém nunca poderá ocupar. Ser mãe vai muito além da foto da praxe, uma mãe não está bem quando os filhos também não estão. Uma mãe nunca é egoísta, Uma mãe consegue tudo com a força que os filhos lhe dão. Há mulheres que tiveram filhos mas que não souberam ser mães, não estiveram á altura, e há outras que já são mães muito antes de estarem grávidas, afinal isto de ser mãe também não é para todas! Infelizmente também há muitas que já partiram e deixaram saudades, mas essas tenho a certeza de que serão sempre lembradas, essas vivem dentro do coração dos filhos.

Bom dia


Maggie

1 comentário:

Nany disse...

Uma mãe não falha, está sempre lá, não erra nunca, não adoece, mas também é humana falha, falta, erra e é frágil. Afinal mãe é um ser humano embora alguns as considerem super mulheres, dispensáveis, seres esquecidos em prateleiras.
Não sou contra estes dias, aliás acho que sim e sou daquelas que compra a prenda, que vai almoçar fora, mas também sei que tenho mãe nos outros 364 dias.
Bjks