quarta-feira, junho 25, 2014

o meu marido


Se há coisa que me faz confusão e que acho do mais ultrapassado é mulheres que compram a roupa dos maridos. Não confundir com um presente, claro, quando digo que compram roupa é compram mesma a roupa toda. E ainda se acham o máximo por isso. É estranho fico a sensação de que querem controlar o homem por onde podem, neste caso pelo que veste. Isto é coisa de há uns 50 anos pelo menos, não? Eu nunca vi a minha mãe comprar roupa para o meu pai mas lembro-me da minha avó comprar roupa para o meu avô. Ora eu conheço algumas mulheres ainda longe da idade de serem avós a comprar roupa para os maridos como se eles não tivessem gosto, opinião ou não gostassem de escolher. Complica-me com o sistema porque na casa dos meus pais não se fazia isso e cá em casa muito menos. O meu marido gosta de comprar, sabe comprar, e adora comprar. E compra bem, não sei como faz se calhar tinha uma brilhante carreira como fashion adviser porque o homem anda sempre impecável, não sei se sabe combinar bem as coisas ou se sou eu que ainda estou tão apaixonada que o vejo sempre assim, acho não. A minha mãe, uma das pessoas mais vaidosas e que percebe de moda e de combinações de roupa também confirma que ele anda sempre impecável. Seja num dia de trabalho, seja com uma roupa mais casual ao fim de semana, o meu marido anda sempre bem, sempre andou não é de agora.Tem toneladas de roupa, qual é o homem que tem assim tanta roupa? eu ao pé dele devo ter 1/3 do que ele tem. Nem consigo ter muito mais, gosto de comprar e de ir renovando mas sou fiel ao meu estilo e gosto de usar aquilo que me assenta bem, o que para nós mulheres são sempre meia dúzia de peças. Umas fazem-nos barriga, colocamos de lado, outras espetam o peito, outras o rabo, outras é porque não espetam e parecemos umas tábuas rasas, enfim … a dificuldade que temos a escolher acaba por nos limitar, isto ás que têm noção do corpo/idade, porque há muitas de 50 anos com vestidinhos para miúdas de 15 e depois aí é a figurinha que se imagina. Deve ser por isso que o homem desta casa anda sempre impecável, é homem está lá preocupado com o tamanho do rabo ou das mamas ou com a barriga inchada? não está.

Maggie

9 comentários:

Na Província disse...

Eu também pensava assim relativamente ás mulheres comprarem roupa para os maridos, porque os homens da minha casa compravam eles a própria roupa e compravam bem. Até que casei e vi que havia outra realidade para além da minha. O meu marido não sabem comprar roupa, aliás, como não estava habituada a isso, no inicio não comprei nada, até que percebi que por ele nunca comprava porque tudo estava bem e não fazia falta....OMG

Maria Rita disse...

O meu marido gosta de comprar roupa, por vezes pede a minha opinião, mas só isso.

Nany disse...

:) Pois é nós somos maos picuinhas que eles na roupa.
Ao meu compro as meias e as cuecas quando vejo que estão a precisar de ser trocadas, até porque ele é bicho preguiça para compras de trapos, o resto só compro em forma de presente.
Bjs

Timtim Tim disse...

O meu compra o que lhe dá na real gana. Mas não vai comprar sem eu ir. E eu também gosto imenso de ouvir a opinião dele. Mas cada um de nós decide o que quer.

Rita_in_UK disse...

Acredita Maggie... tu não ias querer cruzar-te com o meu marido se não fosse eu a "vesti-lo". Foram muitos anos de Brasil (17 para ser mais específica), e infelizmente ele é do mais desligado da moda possível. Tenho pena, mas não é por isso que não o adoro. Se gostava que fosse diferente? Sim. Mas acho que não há homens nem mulheres perfeitos e eu com certeza terei os meus defeitos(zinhos) com que ele tem de saber lidar. Claro que lhe compro a roupa mas não lha escolho todos os dias (era o que faltava) e de vez em quando lá temos uns arrufos porque ele não acerta uma (e aqui entre nós, acho que nem tenta). Ele cresceu descalço, a ir para a praia de sunga (tanga) e onde eram normais as camisolas de homem com manga à cava. Está tudo dito, não está?
Ah, e em casa dos meus pais fazia-se o mesmo. Aliás, o meu pai viajava imenso em trabalho e levava escrito num papelinho: fato x com a camisa Y e a gravata z, etc, etc, isto para todos os dias que a viagem durava, e olha que ele para o Brasil ia semanas a fio. Conta a minha mãe que uma vez o fomos esperar ao aeroporto e ele vinha tão "mascarado" que a vontade dela foi dar meia volta e fingir que não o conhecia. A partir daí, passou a levar cábula :)
Bjinhs,
Rita

Maggie F. disse...

ahahahahaha Rita o que me ri a imaginar o que contas … No teu caso se não é de confiar no bom gosto do marido acho que sim, que deves entrar em acção.

Bjos

Maggie

Anónimo disse...

Homens que se preocupam muito com roupa e que têm toneladas de roupa são os que andam muito fora de casa, já dizia minha avó Gertrudes lolol

Vidas da Nossa Vida disse...

O bom gosto é de família. Obrigada:-) Gostei muito! Vou estrear amanhã. Beijinhos

p* disse...

Eu gosto da roupa do meu marido, ele é que a escolhe, eu ajudo porque adoro ir às compras! Às vezes, mesmo com peças giras, consegue parecer que se vestiu às escuras, eu rio-me! :D Acho que é típico da maioria dos homens! Isso da nossa roupa é tão verdade! Quantas vezes vemos peças giras giras e depois no provador apanhamos um susto! :D