quarta-feira, julho 30, 2014

as coisas de antigamente, e as crianças de hoje,...


Parece-me coisa do passado isto de mandar os miúdos fazer recados, e se calhar é mas a verdade é que isso servia para os autonomizar, para os fazer crescer, para terem noção do dinheiro que levavam e do troco que tinham que trazer. Mandar os miúdos fazer recados dava-lhes responsabilidade ao mesmo tempo que lhes subia a auto estima, afinal estavam a fazer coisas de crescidos, os crescidos tinham confiado neles. Como quase em todas as casas de há 30 anos eu também ia fazer recados á minha mãe. Ia comprar o pão ou ia á mercearia comprar alguma coisa que tivesse faltado, não ia comprar o jornal ao meu pai porque ele não era homem de ler jornal mas ia comprar-lhe os cigarros, e isso nunca me puxou para o vicio do tabaco, (comecei a ir com uns 5/6 anos mesmo em frente á casa dos meus pais), lembro-me de a minha mãe ficar á janela. Está bem que antigamente ficava quase tudo muito perto, havia mercearias, cafés e muitos serviços muito perto das casas das pessoas, hoje isso está um bocadinho diferente, mas claro que podemos sempre contornar a questão e manda-los sob vigilância.
Aqui em casa nestas férias temos trabalhado a autonomia delas. No café pedem o que queremos, pagam e compram as suas pastilhas. Na padaria também entram e compram o pão, adoram pesar a fruta na frutaria e ficam responsáveis por colocar as compras nos sacos. Fico sempre á porta a ver como se portam, se respeitam a sua vez e se são minimamente educadas, e conclusão: portam-se melhor sozinhas do que quando vão comigo. Nos parque nunca me meto nas brincadeiras, normalmente sento-me com um livro ou uma revista e deixo-as fazer amigos, fico ao longe só a ver. Não sei como funciona com vocês mas aqui pela minha zona não é frequente ver os miúdos a fazer recados, e é raro ver miúdos sozinhos na rua, percebe-se porque aqui não há nada perto mas não estamos a ajudar a que eles cresçam "crianças desenrascadas"! Ter filhos é bom e não há melhor do que ve-los crescer felizes e saudáveis mas temos que ir dando a liberdade que precisam para conhecer o mundo. Hoje em dia crianças da idade das minhas são demasiado dependentes, é preciso dar-lhes asas todos os dias mais um bocadinho. Ensina-las a andar na rua (as minhas estão bem melhores), ensina-las a comprar as coisas, ensina-las a esperar pela sua vez e a respeitar a dos outros. É assim que se cresce!


Maggie

Sem comentários: