segunda-feira, julho 21, 2014

as mulheres que trabalham fora e as outras, as que não trabalham!


Aqui há uns dias uma anónima fofinha veio cá acusar-me, a mim e ás outras mães que não trabalham fora de casa de comprarmos demasiadas coisas, e dizia ela que não entendia para quê de tanto trapo visto que não trabalhamos fora. Ora bem, eu acho que as pessoas ás vezes dizem coisas patetas só para dizer alguma coisa, para chatear ou para ser do contra. Dizia ela que o seu sonho era passar o dia de chinelos e calções, mas e então? isso é o sonho dela não o meu e provavelmente também não é o sonho de muitas  mulheres que como eu que estão em casa. Claro que eu não ando de calças de fato e blusas de seda com laço por casa, mas também não ando de calções e chinelos, o estar em casa não é sinónimo de desmazelo, caramba. Podemos andar arranjadas com roupa pratica sem ser chinelos e calções. Por outro lado achei graça á prepotência, mas quem é que lhe disse que quem não trabalha fora passa o dia em casa? quem é que lhe disse que não convive ou não vai almoçar com alguém? quem é que lhe disse que não ajuda outros fora de casa, ou que não tem uma qualquer actividade de grupo que lhe dê alguma vida social com outras mães por exemplo? pela conversa desta anónima, volto a referir maravilhosa, um mãe que está em casa não precisa comprar nada. Provavelmente o que ela me sugeria era comprar uma bata, ou melhor duas batas que assim quando uma fosse para lavar lá estava a outra já pronta a usar. Cabeleireiro, depilação, unhas? para quê? senão trabalho fora … Tem imensa piada, por um lado diz que adora trabalhar e aprecia a sua independência, por outro lado considera que as mulheres que estão em casa podem voltar a ser as domésticas de há 40 anos. Fez-me lembrar "uma velha amiga" que dizia que enquanto esteve desempregada nem ia á rua tomar um café , quanto mais comprar um trapo. Enfim há gente que ficou lá em 1960 mesmo. E o mais incrível é perceber que os homens evoluíram um bocadinho e passaram a valorizar um pouco mais o trabalho da mulher, já as mulheres continuam a ser umas sacanas umas para as outras!

Boa tarde

Maggie

15 comentários:

Karina sem acento disse...

Eu sou freelancer, portanto, trabalho em casa. E acho realmente importante não me desmazelar e andar o dia de calções e chinelos. Isto porque não me visto para ninguém, não me visto porque vou sair de casa e apanhar transportes, porque vou para um local de trabalho que não a minha casa. Visto-me, sim, para mim, para me sentir bem comigo mesma. Lembro-me que quando comecei como freelancer, que foi quando fui para a Irlanda, andei três semanas praticamente de pijama e pantufas e comecei a ficar num estado meio depressivo. Passadas três semanas decidi que não era para mim. Como tu, posso não andar em casa com blusas de seda, mas uma roupa bonitinha e confortável e as unhas arranjadinhas também fazem bem ao ego.
E, para mim, a beleza de toda a história feminista não é só porque as mulheres começaram a trabalhar e a ter tantos direitos (supostamente) quanto os homens: foi a mulher ter passado a decidir o que queria para ela, se era ir trabalhar fora de casa, ou sem dona de casa.

Rita_in_UK disse...

Agora é que disseste tudo Maggie, as mulheres são MESMO umas sacanas umas para as outras: nos blogs, no trabalho, até mesmo nas "amizades".
Eu tenho trabalhado mais de casa, mas recuso-me a estar de fato de treino ou desmazelada só porque estou em casa, até porquês se me ligam e ligam a webcam, por cortesia devo ligar a minha, pelo que convém não estar de rolos no cabelo, lol. Óbvio que não estou de túnica de seda como estou hoje que fui ao escritório, estou mais prática mas apresentável, até porque vou buscar os miúdos à escola, vou à missa, sou capaz de ir almoçar ao shopping... Já em Inglaterra, as full time moms chegavam a ir às compras em pijama depois de deixarem os miúdos na escola :). A tua anónima deve ter uma veia bifa que desconhece :)
Bjinhs,

Maggie F. disse...

pois deve ser isso mesmo Rita, deve ter uma costela inglesa ou irlandesa, que eu bem as vejo sem graça nenhuma lá nos Algarves á beira da piscina ;)
e Karina, é como dizes, hoje temos a liberdade de escolher o que queremos fazer, e essa é a maior conquista das mulheres.

Bjos

Maggie

Anónimo disse...

Minha querida, andar de calções e chinelos não quer dizer desmazelo. Onde leu isso que eu sinceramente não reparei se por acaso estamos a falar do mesmo comentário que li algures no seu blog lol
estilo é algo q não se compra, infelizmente para a maguie e para tantas outras q aqui andam por isso muitas vezes n conseguem falar a mesma linguagem de muitos leitores dos blogs.
Não sou stylista nem pipocas doces ou arrumadas nem nada q se pareça, mas posso opinar q estilo é acima de tudo autenticidade e ninguém vai lá a tentar ser o que não é.. a maguie pelo pouco q mostrou de si pode vestir ouro q nunca parecerá uma kiki, uma filipa ou uma carlota..ás vezes um simples calçoes da zara e uns chinelos qq fariam milagres ,,
e sim trabalhar fora justifica ter q se chatear todos os dias com roupa, salvo as excepçoes q trabalham com fardas o q deve ser uma maravilha.. agora quem sai para passear ou para as compras etc, se veste mais q o pratico é uma saloia qq lolol

Maggie F. disse...

pronto lá voltamos ao mesmo: oh mulher eu cá sou a Maggie e não estou interessada em ser uma kiki, uma filipa ou uma carlota, como você quer. Para si parece que estas kiki, filipa e carlota são o máximo o supra sumo da elegância e do estilo, que bom, siga-as. Embora eu ache que tanta veneração não é saudável, atenção. Eu sou como sou e gosto de mim assim, não faço ideias em mudar muito menos para ser como as suas kiki, filipa e carlota. Senão gosta de cá vir tem bom remédio, é seguir as que lhe interessam. Ficamos amigas á mesma, hahahahahahaha
Um beijinho
Maggie

Maria João disse...

Maggie costela irlandesa não pode ser porque quem dera às mulheres portuguesas chegarem ao nível "de arranjamento" das irlandesas! Até para ir correr ou caminhar elas se arranjam...Mas não era esse o meu comentário. Eu trabalho em part time, portanto estou mt por casa. Quer dizer, por casa não, mas tou pouco no trabalho, se é que me entendes. A minha mãe uma vez disse-me " Uma mulher nunca se pode desmazelar. Se for preciso, até a casa de tacões altos limpa". Obviamente um exagero da parte dela, mas que dá pa compreender bem a mensagem que queria passar!

Maggie F. disse...

E a tua mãe está certa, o desmazelo é tão feio.

Bjos

Maggie

Timtim Tim disse...

Cada um minha querida deve vestir-se como se sente bem. Eu, como apesar de ter empregada diária, faço muitas tarefas domésticas não dispenso os meus calções e as minhas havaianas quando chgo a casa, com T-Shirt a condizer. Quando tenho que trabalhar, como a minha profissão mo impõe, lá sou um bocadinho mais formal, mas também visto a minha calça de ganga e ponho o meu mocassin, quando me dá na real gana. Para mim, a forma como me visto, depende muito do meu estado de espírito e das tarefas que tenho a realizar. No trabalho, quando lido com o público, tenho traje profissional vestido, que é da cabeça aos pés e a ele não posso fugir. Cada um é como é e acho que continuas a dar demasiada resposta a quem vem aqui picar-te.

Timtim Tim disse...

Cada um minha querida deve vestir-se como se sente bem. Eu, como apesar de ter empregada diária, faço muitas tarefas domésticas não dispenso os meus calções e as minhas havaianas quando chgo a casa, com T-Shirt a condizer. Quando tenho que trabalhar, como a minha profissão mo impõe, lá sou um bocadinho mais formal, mas também visto a minha calça de ganga e ponho o meu mocassin, quando me dá na real gana. Para mim, a forma como me visto, depende muito do meu estado de espírito e das tarefas que tenho a realizar. No trabalho, quando lido com o público, tenho traje profissional vestido, que é da cabeça aos pés e a ele não posso fugir. Cada um é como é e acho que continuas a dar demasiada resposta a quem vem aqui picar-te.

Anónimo disse...

Coitada não se cala com as que não trabalham se vivesse bem resolvida com isso não se justificava tanto. As pessoas bem resolvidas não dão justificaçõee da sua vida

Maggie F. disse...

E quanto mais falo do mesmo mais a irrito não é verdade? ai tanta anónima sem vida á procura de vida na vida dos outros …

Bjos

Maggie

Vidas da Nossa Vida disse...

A minha avó, que tem agora 92 anos, nunca trabalhou fora de casa e nunca a vi um único dia sem estar impecavelmente vestida, calçada, arranjada e maquilhada! E ainda hoje é assim. Eu já trabalhei vários anos como freelancer e nunca, nem um dia, fiquei de pijama ou de fato de treino só porque não tinha de ir ao escritório. Não me vestia de cetim para ficar a trabalhar em casa, como não me visto de cetim agora para vir trabalhar! Mas a grande verdade é que as mulheres são mesmo diabólicas umas para as outras! (Por falar em estilo, gosto imenso das sugestões da MO, para mim, marca Continente, onde compro imensa roupa super elogiada e que veste muito bem!)

Nany disse...

Será que se confunde um estilo mais descontraído com desmazelo?
Custa muito "lavar a cara, escovar os dentes, colocar um creme hidratante e pentear o cabelo?"
Irra, raios partam as mulheres que em vez de se apoiarem só se sabem minar.
Bjs

Rita* disse...

Adorei!!! Sim, porque isto de se trabalhar em casa não dá cá direitos ! Vira-se bicho e mais nada!!!
Confesso que gostei particularmente da parte da depilação...sim, que isso são luxos a que nem todas as mulheres devem ter acesso...trabalhas em casa?!! Então não precisas nada disso!!!
Ohhhhh God...como é que é possível!!!
Bjinho e deixa lá...sempre dás umas gargalhadas ;)...eu dei lol...

Monika Kardoso disse...

Just a word: agree!