sexta-feira, agosto 22, 2014

a felicidade não dura para sempre, não aquela enorme felicidade de ontem


neste caso foram só uns dias, os últimos dias que tivemos de férias. Não foram só dias felizes, foram dias de grande felicidade mesmo, a vida corria tão bem. Infelizmente umas horas depois de escrever este post da felicidade a minha vida voltou a dar mais uma volta e eu não sei como gerir a situação. Como sempre enfiei-me na toca á espera que a poeira assente, á espera de me acalmar e á espera que com o passar dos dias tudo fique mais claro. Sou boa a dar conselhos aos outros nisso sou, mas quando chega a mim tudo se altera. Não sou boa nisto de me "caírem bombas" em cima da cabeça e eu ter que seguir caminho, não sei e não gosto de lidar com o desconhecido. Fico assustada, angustiada e triste. Não gosto da vida rotineira, preciso de "novidades", preciso de me sentir viva mas não preciso de problemas. Assim sendo faço as malas e volto mais tarde, quando me voltar a disposição aqui para o blog, quando voltar a ter a cabeça livre de fantasmas e me puder dedicar á futilidade, á conversa fiada, ás roupas e ás malas.

um até já


Maggie

1 comentário:

Anónimo disse...

O tempo é sempre o melhor remédio!
À que dar valor ao que realmente interessa,o resto é tão somente o resto!
Só se vive uma vez!!!
Beijinho da Maria