quinta-feira, setembro 11, 2014

e um livro para nos guiar no caminho


«Educar exige amor, respeito, tolerância, exige (uff, tanta coisa!) saber quem são os nossos filhos, o que esperam de nós e nós deles, quais os comportamentos esperados e esperáveis, mas principalmente um fio condutor lógico, sensível, repleto de amor.»In Introdução Educar é um ato de amor e uma das tarefas mais exigentes com que os pais se deparam. Devo castigar? Estou a mimar demais o meu filho? As regras em excesso são positivas? Como devo impor limites à minha filha? Que valores devo transmitir aos meus filhos? Que tipo de ser humano estou a criar? Somos assaltados diariamente por dúvidas sobre como devemos agir no nosso papel de pais. Mário Cordeiro, o pediatra mais lido em Portugal, recorrendo a casos práticos e à sua longa experiência profissional, explica-nos que educar é a maior prova de amor que os pais podem dar a um filho. Educar implica impor regras, pautas definidas, objetivos claros, deixando sempre espaço para o carinho, o afeto, os sentimentos, mas também para a A imaginação e a fantasia, o génio humano, as especificidades de cada um dos nossos filhos. Porque os filhos não são o nosso livro, são o livro deles, escrito por eles com crescente liberdade criativa.- Como ensinar os nossos filhos a lidar com os seus sentimentos?- Como ajudá-los a enfrentar os problemas do dia a dia?- Qual a melhor forma de lhes transmitir valores e qualidades humanas que os tornarão adultos mais fortes?- Como construir uma autoestima forte?Para este pediatra, pai de 5 filhos, os pais são o melhor exemplo para os filhos e é para eles que as crianças olharão sempre que quiserem aprender. Educar é por isso uma construção conjunta, feita lado a lado, partilhada todos os dias, de mãos dadas.Uma criança que se sente amada é uma criança que se sente segura e com coragem para enfrentar o mundo.



Maggie

1 comentário:

Mel disse...

já o comprei agora é começar a ler!! bjs