quarta-feira, outubro 08, 2014

confissões em semana de aniversário


Penso que nunca comentei por aqui pormenores do meu casamento, é hoje o dia.
Casei nova, tinha 23 anos e para mim rapariga apaixonada eu sabia que queria casar. Nunca sonhei em casar pela igreja, nem de vestido branco a arrastar no chão, também nunca sonhei com aquela coisa do mandar o raminho das flores para saber quem seria a próxima rapariga a casar, não nada disso. Eu sempre quis casar e isso para mim era importante, isso e a lua de mel na cidade do amor. Tudo o resto, a igreja, a festa e os convidados eram dispensáveis. Para uma rapariga apaixonada e que nunca tinha sonhado com casamentos de sonho, um casamento no registo civil bastava. E bastou até há pouco tempo. Na verdade há alguns meses que me tenho sentido arrependida de não ter casado pela igreja, não haveria impedimento nenhum foi uma patetice. Não pela festa cheia de convidados e também não pelo vestido branco a arrastar no chão mas porque gostava de ter oficializado a nossa união perante Deus na igreja. E no domingo aquando do inicio da catequese quando o padre falou que o Papa Francisco deseja que todos estejam mais perto da igreja, na importância de não deixar ninguém de fora, na necessidade de puxar quem está nas periferias da fé para dentro da igreja, senti que aquilo era para mim, também eu estou nas periferias da fé e com vontade voltar. Não casei na igreja mas vou batizar as meninas, acho que ainda vou a tempo, o Papa Francisco ia gostar de saber ...

Bom dia


Maggie

7 comentários:

Vidas da Nossa Vida disse...

Eu também não casei pela igreja (sem impedimento nenhum a não ser um padre casmurro que não nos quis ir casar à quinta do meu pai onde eu queria mesmo casar e casei)e também desejo casar com o meu marido, desta feita, com os meus filhos a abençoar o nosso amor.

Isabel disse...

Claro que vais a tempo! E acho que as miúdas iam adorar, afinal quem não gostaria de estar presente no casamento dos pais?
Bjs

ana disse...

Ainda vais a tempo, claro...porque não?

disse...

Se é vosso desejo estão a tempo e fazem o pleno: Casam pela igreja e baptizam as meninas, no mesmo dia. Aposto que também elas iam adorar!
;)
Bj

Sónia RM disse...

Ainda estás a tempo de casar pela igreja :) E porque não no mesmo dia do batizado?

Eu casei pela igreja (não pelo vestido ou pela festa), porque para mim fazia todo o sentido :)

Rita_in_UK disse...

Para teres as meninas na catequese é porque tens fé. Aliás, a Madalena deve fazer este ano a primeira comunhão e tem de se batizar antes. Se não tens nenhum impedimento e ainda por cima é algo que desejas... You go Girl! E posta as fotos :). Bjinhs

AL disse...

Eheh, eu sempre sonhei casar pela igreja. Andei na catequese, fiz todos os sacramentos, dei catequese, estive num grupo de jovens...casei com um divorciado.
Divorciado que se casou aos 18, em segredo, pela igreja.
Que o padre não quis saber os motivos, mas pelo facto de terem tido um filho a anulação é mais complicada.
A minha felicidade não passava pela anulação desse casamento, mas encontro-me impedida de aceder aos sacramentos coisa que gostaria.
Casei pelo civil, numa quinta, com os amigos como sempre sonhei, com o vestido de noiva como manda o figurino. E foi dos dias mais felizes da minha vida.

Se acham que vos falta algo, a ideia de casarem e baptizarem as miúdas parece-me mais que propícia.

Beijinhos e força aí oh noiva:)