quarta-feira, novembro 19, 2014

um dia vou ter que explicar ás minhas filhas o que é isto do Amor e do sexo

Antigamente, leia-se há mais de 30 anos aprendíamos por nós o que era uma atracção por um rapaz qualquer lá da escola, depois vinha a paixão que nos deixava "á beira da loucura", e a seguir ás vezes dava-se o amor, nem sempre. Aprendia-se pelo sentir ao ritmo de cada um. (Não se falava em sexo aos 8 anos e sinceramente não vejo vantagens em aprofundar um tema deste género nesta idade. Não estou a dizer que não se deve ensinar que o homem tem pénis e a mulher vagina mas mais do que isto acho prematuro.) Continuando, a vontade de casar e de ter bebés com que amávamos era a meta. Hoje em dia, quando se aprende tudo em relação á sexualidade  antes de tudo o que deveria levar a ela, em que se aprende como fazer sexo antes de sentir atracção ou desejo, é normal que as crianças façam perguntas parvas, como a que ouvi há dois dias: "mãe, se fizermos sexo com uma árvore temos filhos?" e por mais que eu explicasse que para fazer filhos é preciso um macho e uma fêmea seja em que espécie for, mais a risota aumentava de volume.
Em resumo: isto de pôr a carroça á frente dos bois e ensinar a miúdos de 8 anos que para fazer filhos temos que fazer sexo, não compensa. Não entendem, nem podem entender. Ou nem deveriam entender, o sexo devia continuar a vir depois da atracção, da paixão e do Amor!
Um dia vou ter a dura tarefa de ensinar ás minhas filhas que o melhor do mundo são os sentimentos da paixão e do amor, e que é bom fazer sexo sim mas com quem amamos, só isso. (isto também deveria constar das metas curriculares, já que a professora tem que explicar o que é fazer sexo mais um bocadinho dava a lição completa…)



Maggie

2 comentários:

Timtim Tim disse...

Pois deves ter tido azar com a professora. A da minha Margarida explicou o sistema reprodutor, sempre tendo como base o amor entre as duas pessoas que geram um filho. Elas não aprendem sexo no 3º ano. Aprendem o aparelho reprodutor. Depois as conversas com os coleguinhas é que fazem o resto das confusões.

ana disse...

???? Ou o programa mudou muito ou as minhas não aprenderam o que era suposto! Aos 8 anos ainda pensavam que era preciso casar para ter filhos...depois lá fomos conversando melhor sobre o assunto :-)Mas nunca se falou de sexo, elas não mostram vontade de avançar muito nas explicações e eu acho que ainda temos tempo.