terça-feira, dezembro 23, 2014

diz que o Natal de hoje é consumista


e é verdade mas o consumismo não vem de hoje, vem de há pelo menos uns 20 anos. 
Hoje as lojas já estavam impossíveis e falo de pastelarias e supermercados porque as outras, as lojas de presentes nos centros comerciais já nem devem ter grande coisa para vender. Não sei que não me aproximei. Eu gosto de presentes e de embrulhos, gosto que se lembrem de mim claro que sim, seria hipócrita se dissesse o contrário, mas não gosto da loucura de comprar uma coisa qualquer á pressa. Não gosto de consumismo louco como se o mundo fosse acabar no dia seguinte mas gosto de receber presentes, claro que sim. 
Gosto de tradições, de famílias grandes, gosto de mesas enormes e de almoços de Natal animados. Gosto da reunião da família, do vinho e dos doces. Gosto de ouvir as vozes, gosto do toque da campainha e gosto de ficar horas á mesa na conversa. Gosto da roupa cuidada e dos ares muito arranjados, gosto da mesa composta e dos frutos secos ali espalhados nas taças, dos queijos, do presunto, da mesa farta. Gosto do Natal porque me lembra os Natais da minha infância, porque o Natal é para as crianças, porque lhes devemos passar valores, porque devem acreditar em Jesus, porque o Natal é para celebrar a vida.

Desejo um Santo e Feliz Natal a todas

Um beijinho


Maggie

3 comentários:

Anónimo disse...

Não é "se disse-se o contrário", mas "dissesse". E também põe o acento do "á" sempre mal (o correcto é "à").

Maggie F. disse...

Obrigada
Bjo
Maggie

A Tulipa Azul disse...

Feliz Natal.:)