domingo, janeiro 04, 2015

essa coisa das almas gémeas é que já não sei ...


mas acho que não me convence. Não somos almas gémeas, somos até pessoas bastante diferentes na maneira de estar na vida mas temos objectivos comuns e soubemos moldar-nos e aprender a viver em harmonia. Não foi fácil ao principio, mas talvez porque nos queremos muito nunca desistimos. Tivemos a sorte de nos apaixonar por quem estava apaixonado por nós e tivemos a sorte de estar em sintonia quanto ao que queríamos para a nossa vida. Sonhámos muito acordados, mas soubemos no dia a dia manter os pés no chão. Crescemos juntos, aprendemos com a vida e temos tido a sorte de ter conseguido alcançar aquilo a que nos propusemos. Almas gémeas acho que não, não estamos sempre de acordo, temos vontades diferentes, discutimos como todos os casais (já discutimos mais, ao principio), mas sabemos pedir desculpa. Já nos conhecemos bem, são quase 20 anos de convívio diário, isso permite antecipar situações, ideias, pontos de vista, reacções. Somos amigos, vibramos com as conquistas um do outro e ficamos genuinamente felizes mesmo!
Almas gémeas não, acho que não acredito em almas gémeas mas acredito na paixão e no amor. Acredito em dias felizes e em dias mais murchos, acredito porque o sinto que podemos voltar a sentir a paixão do inicio, acredito no viver felizes para sempre até que a morte nos separe. Quando um dia deixar de acreditar nisto não serei feliz, apenas andarei por cá, só.

Boa noite


Maggie

1 comentário:

Mãe Sabichona disse...

Também sou de acreditar no amor que dura para sempre, mas não nas almas gémeas. Não tanto no sentido de sermos ou não iguais, acho que o conceito de almas gémeas pode ser o da complementaridade "perfeita" de pessoas diferentes, mas na ideia de que neste mundo só poderia existir uma pessoa, a tal, com quem seríamos felizes. Acho que poderíamos ser felizes com várias pessoas, mas quando encontramos uma com quem já o somos, não chegamos a conhecer aquelas com quem também poderia ter resultado.