segunda-feira, janeiro 12, 2015

resposta á anónima simpática e preocupada com a minha integridade fisica

Recebi um comentário interessante ao post sobre a blogger que eu vi numa loja, de uma anónima preocupada claro, e quero dizer-lhe que estou bem, ainda nada de mal me aconteceu, hoje por acaso até me saíram 10€ numa raspadinha, portanto relaxe. Falava ela que eu estou a abusar da minha liberdade de expressão mas não vejo porquê. Vi uma pessoa deste mundo dos blogs e opinei sobre ela, nunca disse quem era nem vou dizer, (apaguei até algumas respostas que tentavam adivinhar a pessoa e que referiam nomes),  mas era o que faltava se eu não pudesse dizer que não gostei da figura que vi. Parece que isto causou algum frisson, veio logo esta anónima preocupada falar dos ultimos acontecimentos sociais, não percebi a que se referia, penso que aos cartoons franceses mas não estou a ver a ligação, adiante. Depois falou-me do caso de uma outra blogger muito conhecida que por causa do seu blog de mãe as filhas sofreram bullying na escola e a mãe teve que mudá-las de instituição, não sei nem imagino de quem se trate, de qualquer forma lamento a situação mas também não vejo qual é a ligação. E ainda me disse que ninguém gosta de mim, (aqui no mundo blogueiro), pronto aqui mandei-me para o chão e quase que um autocarro da carris me passava por cima. Enfim, quero só descansa-la e dizer-lhe que sou uma mulher livre, escrevo o que me apetece, não tenho ligações a marcas e não preciso que gostem de mim porque não estou aqui para promover ou vender alguma coisa. Lamento se desiludo mas não preciso de parecer gira e simpática porque não tiro proveitos daqui. E agradeço a preocupação com as minhas filhas mas chegaram a casa intactas, ainda não foi hoje que o blog da mãe as colocou em risco. Um beijinho para si.
E pronto o mais giro de ter um blog é isto, distrai-nos dos problemas sérios ;)


Maggie

8 comentários:

ana disse...

LOL que divertido! concordo! olha, que eu não tempo para ler blogs (só o teu!!!!), é que não me posso a adivinhar. Mas uma vez escrevi no FB de uma das famosérrimas bloguistas (uma que acha que escrever livros para crianças e vender roupa é a mesma coisa - ninguém, sabe quem é) e a queridinha detestou a minha brincadeira: Que falta de sentido de humor!

Anónimo disse...

Eu trabalho na PJ e todos os dias chegam denúncias de cyberbullying e todas elas já com contornos bem dramáticos e reais.
Existe a vingança cara Maguie e tb aconselho alguma contenção pq nunca sabemos quem está do outro lado .
Certamente tem alguma amiga ligada à justiça por aqui , aproveite para perguntar quantos casos chegam aos tribunais por causa de ofensas no Facebook por ex.
Pq pelo que entendo neste blog vc é daquelas que só acredita em quem lhe dá palmadinhas nas costas e isso pode levá-la a mau porto.
E nem precisa me responder pessoalmente pq eu sinceramente preocupo-me mas é duma forma geral e este comentário é para toda a gente que o quiser ler.

Maggie F. disse...

Agradeço então á Sra Agente da PJ que anda por aqui, deixo então o seu comentário para que possa ser lido ;)

Bjos

Maggie

sandra disse...

A partir do momento que não digas nem dês pistas de quem se trata, tens todo o direito de expressar a tua opinião era o que mais faltava agora não termos liberdade de expressão, mas nem todos pensam assim depois inventam cada cenário :)
bjinhos.

p* disse...

Anónima agente da pj, esclareça-me por favor uma dúvida. Cyberbullying não é ameaçar, perseguir alguém? Que eu saiba a Maggie não fez nada disso. deu só a opinião dela sobre uma blogger que ela não especificou quem, portanto é impossível saber (e ainda menos a própria). Enfim...há que ter um bocadinho de bom senso, especialmente sendo agente da pj ou acha que o país aguenta tanta queixa "aquele escreveu uma opinião não muito agradável sobre mim num blog/facebook ou até disse mal de mim a um conhecido!!" Enfim...

ana disse...

E se a identificasse qual era o problema? Muitas dessas bloggers não passam a vida a achincalhar os outros (o que vestem, o que dizem, com quem namoram...)? Já não se pode expressar uma opinião, desde que respeitados os limites?
Quanto ao cyberbullying, não duvido nada que exista, mas em consequência da própria exposição pública.

Maggie F. disse...

hummm parece-me que há aqui um problema de comunicação, eu nunca duvidei que existisse bullying e cyberbullying, o que não me parece é que eu me tenha colocado a jeito só porque fiz um comentário a uma blogger, dizendo que já não simpatizava com a pessoa e que confirmei isso mesmo quando vi a pessoa ao vivo e a cores numa loja. Ou tenho que gostar de toda a gente? e as minhas filhas vão sofrer bullying na escola por causa disso? e fala-me a anónima dos últimos acontecimentos sociais? mas o facto de eu não gostar de alguém e escreve-lo no blog sem referir nomes coloca-me ao nível dos humoristas franceses que foram mortos? mas está tudo doido?

Bjos

Maggie

sonhosdelua disse...

ahhahahahahhahah.... há mesmo pessoas que não tem mais nada que fazer alem de tomarem as dores dos outros...acho engraçado os comentários de pessoas ANÒNIMAS, que se dizem ser da PJ...se formos a ver à lupa... não será também esse comentário difamatório? ...mas este mundo está louco? não gostar de alguém ou ter opinião própria é razão de se ter um processo?..o facto de terem blogs com milhares de seguidoras não faz delas pessoas intocáveis....nem VIP's continuam a ser pessoas como nós...simplesmente tem um grupo de fãs que quase se matam quando alguém não concorda com a sua opinião! ..os americanos têm uma expressão que diz tudo! GET A LIFE!!!!