sexta-feira, fevereiro 27, 2015

os tristes morrem mais cedo


Cada dia me convenço mais que é verdade, que milhares de pessoas morrem de tristeza. Ou porque sentem solidão, ou porque não têm ocupação, ou porque não querem procurar ajuda ou simplesmente porque ainda não perceberam que a felicidade tem que estar dentro de nós, primeiro. E quando não há grandes motivos para sorrir (e nem para chorar), temos que os procurar, temos que ir á luta para nos mantermos á tona. Isto de morrer devagarinho afogado em tristeza, em revolta e em frustração massacra. Isto de só protestar e nada fazer para mudar é um ciclo que não acaba e começa a faltar o ar. Vão para as manifestações gritar. Morre-se devagarinho todos os dias e quando um dia o corpo já não reage já se morreu há muito tempo, e é uma pena!
É fácil arranjar desculpas e dizer que os outros têm mais sorte, pois se calhar têm, mas se calhar essa sorte também deu trabalho a conquistar!

Boa sexta feira


Maggie

1 comentário:

p* disse...

Eu acho que há pessoas tristes por estarem sozinhas, sem ninguém e sem algo para lutar. Ir a manifs, acreditar numa causa não é estar triste. Triste é a solidão de não partilhar coisas boas e más com alguém. E pode-se morrer disso sim.