quarta-feira, março 11, 2015

aquilo que os outros vão pensar ...


ainda pesa tanto e em pessoas na idade dos 40´s com formação académica superior, … fiquei a pensar.
Ontem a minha amiga Ana comentava comigo que uma mãe da sala das nossas filhas lhe perguntou directamente se ela não trabalhava, com um ar entre o horrorizado e o surpreso. Ela ficou incomodada e eu não percebi bem porquê! Então mas o que os outros pensam não conta só quando somos mais novas? eu achava que aos 40 anos já nenhuma mulher andava preocupada com o que os outros, neste caso as outras pudessem pensar. Pelos vistos enganei-me, pelos vistos ainda há quem se preocupe se isto parece bem ou se parece mal, eu já não. O tempo passa e eu cada dia tenho mais certezas e menos preocupações com o que os outros pensam, excepção feita para as pessoas que me são próximas, essas ainda me condicionam as acções mas a ideia, a minha ideia é ser mesmo livre. Lá chegarei, é um trabalho que estou a fazer por partes. Hoje até "vou ali pedir batatinhas"e espero ser bem sucedida. Se preciso? sim se calhar até preciso para me sentir bem comigo, se pelo caminho ajudar alguém tanto melhor, mas estou a pensar primeiro em mim. E se não conseguir hoje, já sei onde vou pedir as batatinhas a seguir mas preocupar-me com o que pensam ou não de mim já me passou há muito tempo. A minha amiga Ana trabalha sim, mas e se não trabalhasse o que mudaria? para mim não mudaria nada gosto dela como ela é, tenha os filhos que tiver ou a profissão que entender. 
Estamos em 2015 e as mulheres ainda perdem tanto tempo a dissecar a vida umas das outras.
É por coisas destas que as mulheres nunca deixarão de ser como sempre foram: "pequeninas", e enquanto for assim o dia da mulher não faz qualquer sentido. Ou passamos a respeitar-nos entre nós mulheres ou nunca estaremos ao nível dos homens. Lamento.
Não gosto da sacanice entre mulheres, nisto os homens estão muito á nossa frente.

Boa tarde


Maggie

2 comentários:

Tanita disse...

Ou então fará sentido para recordar que ainda há mulheres assim: quadradas!

sandra disse...

As mulheres são cruéis com as próprias mulheres até entre mães são competitivas e indecentes ,no aniversario do meu filho foi imensa confusão pois estava a chover e manter varias crianças de 7 anos em casa ainda por cima maior parte rapazes que só pensam em futebol não é fácil , uma mãe teve a lata de me perguntar qual foi o menino que se portou pior eu espantada disse que nenhum se destacou todos juntos são todos iguais todos crianças e cortei por ali mas fique parva.