sexta-feira, março 06, 2015

detesto dias com hora marcada


É que detesto mesmo, e agora aproxima-se mais um, o Dia Internacional da Mulher. Detesto aquela coisa de andar a dar uma flor a cada mulher que passa na rua, como se isso resolvesse alguma coisa, como se isso significasse alguma coisa, como se isso interessasse para alguma coisa. Enquanto este dia não for banido não estaremos em igualdade coisa nenhuma. Detesto esta coisa de dar a flor e de ver as mulheres aceitarem a flor com uma felicidade despropositada. Eu cá sou torta eu sei, mas só aceito flores de quem conheço, não dou um sorriso porque me estendem uma porcaria de um flor, é nisto que ainda se falha, as mulheres vendem-se por tão pouco. sentem-se rainhas por um dia, caraças pá só uma mulher muito infeliz fica contente por receber uma flor num dia tão tonto como este. Dias em que as floristas facturam á grande porque maridos, pais e filhos fazem uma fila para levar uma rosinha á mulher da sua vida. Só neste dia é que se lembram! Tristes.
Não gosto da desigualdade, e enquanto as mulheres não se deixarem destas tretas de aceitar a flor no dia da mulher nunca serão livres como os homens, nunca estarão em pé de igualdade com os homens, nunca serão o sexo forte, como os homens. Esta coisa de se tratar a mulher de uma forma diferente arrepia-me e deixa-me agoniada. Se querem igualdade têm que começar por recusar a flor, ou instituir o Dia Internacional do Homem, isso sim é que era igualdade. As mulheres que são as maiores sacanas umas para as outras, não são os homens não se enganem, precisam de receber uma flor para quê? Eu cá só recebo flores do meu marido ou de quem conheça porque acima de tudo respeito-me e dou-me ao respeito, e é isso que falta. Não é ao aceitar a flor com um sorriso parvo que as mulheres mudam o mundo, é respeitando-se e exigindo respeito. É unindo-se e fazerem-se valer do poder que têm para mudar mentalidades, aceitando o raio da flor parecem umas donzelas tontas e felizes por estarem a ser cortejadas, voltámos séculos para trás. Andaram mulheres a queimar soutiens para as tontas de agora andarem a aceitar flores num único dia do ano. Muitas apanham dos maridos, são desrespeitadas nos trabalhos, nunca recebem nada de ninguém, nem carinho e depois aceitam uma flor? como se uma flor apagasse tudo.


Maggie


Hoje entrei na florista para comprar um vaso com flores rosa (que tenho andado a namorar), mas ao ver mulheres de flores na mão já para domingo, dei meia volta. Farta de tontas estou eu!

Sem comentários: