segunda-feira, março 30, 2015

há gente com um sentido de oportunidade distorcido

Hoje, hora do almoço, Hospital de Santa Maria (Lisboa), 2 homens, 1 mulher (a minha mãe), eu e uma uma mulher daquelas que parece o diabo em forma de gente. Uma sala de espera de utentes, todos de chichi feito, pijama, robe e chinelos á espera da chamada. Uma mulher vestida de preto que anuncia desgraças, estava á espera do marido que estava no recobro só falava alto de doenças e mortes. A minha mãe uma pilha de nervos, os homens de ar mais pacato mas também ansiosos, claro fazer uma cateterismo cardíaco é sempre um risco e a mulher não se calava com mortes e cancros, por momentos achei que aquilo ia acabar mal. E que uma irmã morreu toda cancerosa ao fim de 3 dias, até tinha tumores pretos em cima do coração, (palavras da senhora), e a outra irmã apesar de muito rica também tinha cancros, sim cancros e o muito rica, diz que é sócia de uma ourivesaria (palavras da dita senhora ) não sei o que tinha a ver com o ter ou não cancro mas para ela havia ali uma ligação qualquer que eu deixei de ouvir. A minha mãe teve mesmo que lhe dizer para se calar, que ali as pessoas já estão demasiado enervadas, que a enfermeira que as atende antes do exame tenta acalmar e ela estava ali só a enervar … acabou por se agarrar a uma livrinho que me pareceu de orações.

Ahhh e mais uma vez apanhámos médicos, enfermeiras e restante pessoal auxiliar 5 *. Obrigada.

Boa noite


Maggie

4 comentários:

Timtim Tim disse...

Há sempre estes cromos! Espero que tenha corrido tudo bem!

mumdream disse...

Já apanhei uma pessoa destas num avião. Veio todooooo o caminho a falar de acidentes aéreos. Cheguei ao ponto de fingir que dormia para não ter de a ouvir...
Há mesmo pessoas com um péssimo sentido de oportunidade.

sandra disse...

Apanha-se com cada uma ...

p* disse...

há sempre gente assim e é mesmo enervante, por mais que me tente distrair e não ouvir. uma vez calhou-me uma voluntária assim!!! sinistro e o pior é que consegui distrair-me e acalmar-me e a estúpida veio perguntar se "estava tudo bem comigo" ---> voltei a concentrar-me na conversa tenebrosa da mulher! aiai