quinta-feira, junho 11, 2015

porque a vida é para viver, de preferencia com um sorriso no rosto!

Juro que quando passeámos de mãos dadas pela Avenida da Liberdade até lá abaixo ao Tejo, (eu quase já sem poder andar), quando jantámos e conversámos sem pressas, e apanhámos um taxi de volta até ao carro, eu senti-me a mesma miúda apaixonada e em paz que era há uns 20 anos atrás. Livre e feliz.

Um dia, quando eu for uma velhinha rabugenta e tu um velhinho surdo e de bengalinha vou continuar a gostar de ti, prometo. Mesmo que uses ceroulas e camisolas interiores brancas de alças, … ahahaha.

Obrigada por tudo.

(porque é preciso agradecer sim, aos amores, aos amigos, a quem nos quer bem e a quem nos faz bem)


Maggie

3 comentários:

sandra disse...

Tão bom poder falar assim 20 anos depois :)

marina maia disse...

Maggie, tu será minha irmã????
É que somos muito parecidas, espero que não te importes deste comentário.
É que eu sinto o mesmo, 24 anos depois...

Teresa disse...

Descobri o seu blog hoje e, dou-lhe os parabéns!!!! Este post explica o de cima!! Que bom sermos Pessoas e também Pais!!!! Haja alguém que me compreenda!!!