quinta-feira, julho 02, 2015

das coisas que não têm desculpa, nem explicação, nem dá para compreender

A propósito daquele caso que se passou na América de uma mãe que foi encontrada a empurrar o baloiço do filho durante horas num parque, filho esse que já estava morto. Soube-se agora que a criança foi colocada viva no baloiço e que morreu á fome/sede e ao frio. Falava-se que a mãe estava com uma depressão, agora parece que dizem que foi um surto psicótico. Até aqui é de lamentar, embora o facto de ter escrito uma carta ao filho, o facto de ter estado apenas 4 dias internada e estar bem, o facto de ter ido ao funeral do filho, somado ao facto de ter dado as mãos ao pai da criança de quem estava divorciada e com que lutou pela guarda da criança, isto não é normal. Esta mãe escreveu uma carta de despedida. Uma carta de despedida? o filho não lhe morreu doente nos braços, o filho morreu porque esteve 44 horas sem comer, beber e ao frio, e que homem é este que encara a morte do filho sem o mínimo de revolta com a ex mulher? e esta mãe que não se sente culpada? que não pede desculpas, que não se arrepende de não ter tido lucidez para perceber que não podia tomar conta desta criança? e agora estão unidos na dor? mas qual dor? esta gente mete-me nojo, sinceramente.
Então é assim? uma pessoa tem um surto psicótico, mata um filho, age como se estivesse tudo bem e a vida segue? não entendo mesmo.


Maggie


3 comentários:

Rabicha Laricha disse...

Tudo muito estranho.....
Ninguém viu esta criança no baloiço nesses três dias?

desabafosemrodape disse...

Não conheço a história, mas há aí anomalias, que precisam de ser bem explicadas.

mumdream disse...

E a juntar a tudo isto, ninguém se apercebeu que aquela criança já estava há demasiado tempo no baloiço??? Ninguém estranhou a atitude da mãe??? Eu imagino que uma pessoa que esteja em pleno surto psicótico, aja como uma máquina, imagino aquela mulher a empurrar o baloiço sem falar com o filho, sem um sorriso nos lábios, tipo máquina... E ninguém estranhou isso???
Ninguém passou perto do mesmo parque durante a noite???? A criança não chorou???
Toda esta história me faz imensa confusão, então quando li a carta, só pensei, esta gente está toda doida, como é possível???