segunda-feira, outubro 12, 2015

Maggie, a grávida prudente

Agradeço as ofertas de amigas que me têm gentilmente "oferecido" os berços e as roupinhas dos seus bebés meninos, agradeço mas não é preciso. Ainda não tenho nada, quase nada, mas porque não quero, recuso-me a comprar alguma coisa antes de ser viável o Manel nascer com vida e com saúde, e isso ás 21 semanas ainda não é possível. Está tudo bem, eu estou muito feliz com esta gravidez, sei o que quero e onde vou comprar mas não tenho pressa. Nunca tive, não será agora que vou nudar. Há tempo, há muito tempo para fazer o enxoval com calma, com gosto e melhor, aproveitando as promoções pós Natal.


Maggie


3 comentários:

Anónimo disse...

Olá Maggie!
Costumo seguir o seu blogue, embora não costume comentar!
Acho que faz muito bem em esperar pelo menos pelas 25 semanas.
Uma sugestão: uma vez que (aparentemente) não precisa de nada dado / emprestado e vai comprar tudo novo, sugira às suas amigas que entreguem essas mesmas coisas (material de bébé) a quem mais precisa, há tantas instituições!
Espero que lhe corra tudo bem!
Cláudia F.

Anónimo disse...

Pois eu como mãe de 1ª viagem e grávida de 28 semanas já tive de começar as compras para não stressar :) Como o bébé está previsto para 1 de janeiro, comprei as roupinhas até 1/3 meses, a partir dessa idade conto aproveitar os saldos já com ele cá fora.
Que corra tudo bem com o Manuel
Tânia

esperto que nem um alho disse...

Penso que hoje em dia já não se justifica fazer enxoval, nem para noivos, nem para bebés. Isso era dantes, quando para comprarmos um par de sapatos, tínhamos que andar 6 meses a juntar dinheiro.
Felizmente que esse tempo acabou e, apesar de nos queixarmos muito (contra mim falo xD), desde que tenhamos a vida minimamente organizada, rapidamente se passa num centro comercial e compramos o essencial.
O Manel vai agradecer não ter de usar roupa que já passou de moda, porque eles agora começam a reclamar ainda mal saíram do berço. ahahah