domingo, janeiro 17, 2016

a sugestão literária

(Wook)
"Basta olharmos à nossa volta e, até nas nossas próprias famílias, podemos encontrar sinais que indiciam a existência de um filho preferido ou de um filho com o qual se tem maior afinidade. Se questionarmos diretamente os pais, eles podem assumi-lo abertamente ou negar a pés juntos.
Mas, então, existe ou não um filho preferido? 
Será o filho mais velho por representar o sonho de vida dos pais ou a possibilidade de concretizá-lo? Será o benjamim por ser a estrela da família, o elemento mais novo e rejuvenescedor? 
Ou o filho do meio por ser o mais independente e o apaziguador da família? 
As psicólogas Fátima Almeida e Laura Alho apresentam um dos temas mais sensíveis e controversos da parentalidade. Com base nos estudos mais recentes, e sempre com o objetivo de desmistificar esta questão, as autoras discutem a possibilidade de preferência dos pais por um dos filhos, bem como as consequências que podem existir para ambas as partes. 
Pais e Filhos dividem-se: se para alguns tudo isto é um mito, para outros é uma realidade! 
Uma obra única, sem tabus, que junta aquilo que se vive na prática com as teorias propostas por grandes investigadores nacionais e internacionais, pensada para pais, filhos, irmãos, familiares e amigos. 
Ao longo do livro são abordados, entre outros, os seguintes temas: 
- Sonhos e expectativas parentais
- Práticas educativas parentais
- O filho único
- O filho mais velho, o do meio e o mais novo
- O filho adotado
- O filho diferente
- A perda de um filho
- A violência entre irmãos "

Maggie

1 comentário: