terça-feira, fevereiro 02, 2016

da aversão ás escolas privadas, por alguns pais.

ou as pessoas dizem as coisas da boca para fora ou vivem em algum lugar de Portugal muito distante do meu, só pode ser isso. 
As escolas privadas já tiveram o seu auge, já estiveram mais do que cheias e sim davam-se ao luxo de selecionar os candidatos a alunos. Algumas disfarçadamente dispensavam os alunos cujos pais não tinham categoria profissional que lhes interessasse, outras também disfarçadamente não aceitavam famílias disfuncionais, outras ainda selecionavam os alunos pelas avaliações que já traziam de outras escolas. Esses tempos mudaram, os tempos em que as escolas privadas se davam ao luxo de dispensar alunos acabou, pelo menos nos concelhos de Oeiras e Cascais já não é assim. Tanto que não é que as melhores escolas publicas dos concelhos vão ás escolas privadas reunir com os pais dos possíveis futuros alunos, vão lá publicitar a escola publica, mostrar vantagens e tentar cativar estes alunos do privado. Interessa-lhes receber estes alunos.Tanto não é que as escolas privadas da zona que exigem provas escritas para receber futuros alunos para o 5º ano aceitam todos os alunos que vão de outra qualquer escola privada da mesma zona. E é aqui que aquele argumento de que possivelmente o professor não gosta dos pais cai por terra, neste momento todos os professores das escolas privadas fazem por gostar de todos pais, isto se pretenderem continuar a ensinar e a ter trabalho. Talvez isto do não gostar dos pais até se passe mais na escola publica, onde os pais não podem andar a trocar os filhos de escola a cada desentendimento com um professor, mas na escola privada? acho difícil. É fácil trocar os miúdos de escola a qualquer altura do ano letivo.
(em resposta á anónima que no post anterior afirmou que nas escolas privadas há professores que não gostam de alguns pais )


Maggie

1 comentário:

Anónimo disse...

Em todas as escolas há professores que marcam os alunos por causa dos pais, sejam elas privadas ou públicas. Eu que tenho a minha filha no privado já me dei conta que implicam realmente mto com alguns alunos quando não consideram os pais "perfeitos ". Tudo o que disse Maguie é verdade na realidade actual no ensino, mas a mania que uns são melhores q os outros nunca se perderá em Portugal, pq este país tem entranhado as cunhas, padrinhos e cambalhotas mas o que realmente valorizam é o nome que cada um carrega por mto pobrezinha que uma pessoa seja.