terça-feira, fevereiro 23, 2016

e então Maggie, como é que te deste lá pelo hospital particular?

pois que dei-me lindamente. Adorei a calma e a tranquilidade. Gostei particularmente das refeições na cama e da casa de banho no quarto, um luxo. Também apreciei a porta do quarto fechada e o bater na porta antes de entrarem. Gostei tanto tanto que o próximo também vai lá nascer, nem coloco outra hipótese, ah pois!

Bom dia


Maggie

4 comentários:

Catarina disse...

Próximo?????😀😀

Anauel disse...

Felizmente por cá (Braga) o hospital público é exactamente assim. Acrescento que o pai pode ficar todo o tempo no quarto e a partir das 22h é proibido passear pelos corredores. Já deveria ser assim por todo o país. Ainda bem que os meus filhos já nasceram nesta condições, porque quando ouço histórias do anterior hospital ... parto numa sala comum? quartos com 3 camas? Wc fora do quarto? Ui :-)

Anónimo disse...

Pois é, no hospital Público de Braga os quartos são tal e qual uma clínica privada. Eu tenho duas meninas e a primeira nasceu no antigo hospital, a sala de partos tinha boas condições, só estava eu para ter o bebé já nos quartos de facto eramos várias. Quando fui ter a segunda a diferença foi grande. Era bom que todos os hospitais públicos fossem assim.

Anónimo disse...

Exatamente, em Braga é assim, um luxo! Comparado com o anterior, apenas tenho queixa nos quartos pois as salas e parto já não eram comuns há uns bons anos!
Tive um filho em cada hospital e posso comparar. Mas o melhor de tudo e o pai poder estar o tempo todo quer no parto quer no internamento!