terça-feira, maio 10, 2016

ainda as escolas

Quando o tema é escolas gera-se sempre alguma confusão, e não estou a falar do tema quente destes dias, das escolas com contrato de associação. Não, estou apenas a falar de escolas publicas e de escolas privadas onde todos somos livres de colocar os nossos filhos. 
Há quem defenda umas e há quem ataque, como se não fossemos todos livres de ter escolha, como se houvesse certo e errado, aqui neste tema. Não há! O que há é o certo e o errado de cada pai, e esta é uma opção como outra qualquer, fazemos muitas na vida. Na verdade aqueles ataques que roçam o patético e acusam os pais que têm os filhos no privado porque podem, muitas vezes são um tiro ao lado. Há tantos pais com filhos na escola privada que fazem sacrifícios para os ter lá, que cortam em outras coisas para eles menos essenciais, … E na verdade  o centro do tema é mesmo este: onde é que cada pai decide gastar o seu dinheiro.
A escolha da escola ainda é uma opção e eu opto por ter as minhas filhas no privado. 
Como em tudo há bom e mau em todo o lado, há escolas publicas boas com professores que são do quadro há anos, que estão situadas em zonas simpáticas e com uma população escolar que aparenta normalidade, claro que há mas não é a escola onde nós geograficamente pertencemos. 
Numa altura em que a mais velha vai mudar de ciclo volto a optar pelo privado, e estou contente por poder fazer esta opção. 
Passo revista ao tema nas redes sociais, lêem se comentários de todo o tipo mas o pior são os erros que por ali são aos montes. Quando num tema sobre educação há quem palpite e diga: vaiamos e previlegios, há muita coisa que vai mal nesta educação em Portugal. O que interessaria discutir, está a anos luz da velha discussão da escola publica ou da escola privada mas isso já pouco interessa, o que importa é atacarmos uns e outros!

Bom dia


Maggie

Sem comentários: