sábado, julho 23, 2016

O Manuel não vai à praia


nem ele nem nós.
Aqui há uns dias perguntaram-me se o Manuel não vai à praia, respondi que não e logo um ar de surpresa apareceu e exigiu uma explicação. Ora vamos lá ver: uma coisa é ir passear á beira mar, empurra-lo no carrinho de bebé em dias de semana pela fresca. Isto para mim não é ir á praia. Ir á praia com ele significa pelo menos alugar uma barraquinha e passar a manhã. Barraquinhas aqui nas praias da zona não há. Havemos de ir dar uns passeios a outras praias essas sim com barraquinhas para o deixar á fresquinha. Depois aqui em casa temos uma piscina fantástica, áreas para elas brincarem, cantarem e dançarem sem nos incomodar, o espaço é grande. Temos sombra, musica lá fora e sumos naturais fresquinhos vindos da nossa cozinha. Vou enfiar-me nas praias da linha, (que estão mais do que cheias), vou carregar uma geleira, um chapéu de sol, cesta de praia e sacos com comida e mudas de roupa, além dele e do carro de passeio? Não obrigada, não tenho esse espírito de sacrifício. Iremos à praia sim, mas não a estas praias. Iremos à praia e passear pelos mercados, pelas ruas, pelas lojas de artesanato, visitar as capelas e descansar nas esplanadas à sombra. Enquanto esses dias de férias não chegam ficamos por casa. Descansamos e aproveitamos o silêncio.
Parece estranho para quem me perguntou, eu vi o ar de surpresa mas para mim as férias são para aproveitar, não para entrar em stress e andar na confusão .

Até mais logo


Maggie

2 comentários:

D. disse...

Concordo perfeitamente. Eu, tirando uns dias de férias que tive por terras do sul e onde, aí sim, íamos à praia,mas que felizmente como havia pouca gente, se estava muitíssimo bem, por aqui, pela linha, só fui à praia uma vez, logo de manhã, e foi ainda, penso que, em Maio.
Como infelizmente, não estou a trabalhar, acabo por ter tempo para desfrutar das praias da linha, pela manhã e durante a semana. Ao fim-de-semana, com este calor que tem estado e com o início da maior confusão pelas praias, não vou até lá, excepto se for de manhã e à semana e/ou ao finalzinho do dia.
Não temos uma grande piscina em casa, mas temos uma pescininha que dá perfeitamente para nos divertirmos e refrescar. E assim, ficamos por aqui mesmo, eu as miúdas e o meu coração. (Bem, lendo agora, escrevi muito! Sorry!)

Mãe Happy disse...

Praia nem pensar.. ajuntamentos, areia a escaldar.. acartar montes de tralha e lutar para estacionar?! Não obrigado!
Safam-se as miúdas que vão com a escola e passam alguns dias na piscina dos avós, lá pelas terras alentejanas!