quarta-feira, outubro 19, 2016

até já Fernandinha!


Ontem o dia começava com a noticia da separação de Pinto da Costa da sua mulher Fernanda. Eu não os conheço de lado nenhum, conheço das revistas do social como toda a gente mas simpatizo com a miúda, fazer o quê? 
Hoje passei os olhos nos comentários no Facebook à noticia e vejo que metade da população portuguesa está aos pulos de contente e a outra metade destila raivazinhas, odiozinhos e recalcamentos da vida pessoal na "coitada" da Fernanda. Uns dizem que ela só quer dinheiro,( ela pede 5.000€ por mês), outros acusam-na de ser prostituta, hoje descobri que os homens afinal também têm qualquer coisa a dizer deste caso, afinal não são só as mulheres que adoram estes temas. A mim deixa-me triste ver por lá mulheres a defender um velho de 80 anos poderoso contra uma miúda de 30 anos, onde pára a solidariedade feminina? E depois vêm os comentários ofensivos: porque não volta a trabalhar?, que não deve ter 5000€ de pensão, porque nem teve filhos com ele (se tivesse tido era uma interesseira, assim passa por interesseira na mesma), porque ela merece ter sido trocada, enfim uma infinidade de acusações á miúda que é de dar dó. Muitas das acusações feitas por mulheres quase a fazer o pino de tanta felicidade com o final do romance. A mim entristece-me gente que fica feliz com a infelicidade dos outros. 
Que o romance deste casal se tenha esfumado não me aquece nem me arrefece, mas daí desejar mal, acusar, ou colocar ali num comentário as minhas frustrações de mulher deixada pelo marido sem nada … sim muitos dos comentários ali só podem ser de mulheres deixadas e de homens que foram deixados ou que tiveram que largar algum dinheiro ás ex companheiras, tal é a alegria com o fim desta história. Pois eu simpatizo com a Fernanda, é gira, discreta, elegante e só tem 30 anos. Ela soube estar ao lado do senhor de 80. Para lhe agradar, ou para não chocar passou a ter um estilo de mulher mais velha, sempre foi muito discreta para uma miúda de 30 anos feliz e deslumbrada num mundo que não era o seu. Quando ele esteve hospitalizado soubemos pelas revistas que esteve sempre ao lado dele, nem aí os seus 30 anos e a vida feliz e fácil que levava a impediram de ser boa esposa. Manteve-se lá. Diz-se que foi ela que harmonizou a família dele, voltou a juntar pai e filho e até conseguir ser amiga da filha de marido. Esta Fernanda não é parva, fez o papel dela e ele fez o dele, agora que o romance acabou não quer sair com as mãos a abanar, acho bem. Esta estava disposta a ficar ao lado dele, disposta a perder a juventude para o acompanhar mas ele embeiçou-se por outra …
E depois ainda vem aquela acusação, a mais triste: ah porque ela não estava com ele por amor! pois claro que não estava com ele por amor, estava com ele porque segundo consta ele é um cavalheiro com as mulheres quando está no modo encantado por elas; estava com ele porque ele deu-lhe um mundo que a deixava encantada; estava com ele porque viajava e tinha tudo o que era luxo. E então, enganou-o? não me parece. Ele sabia que a miúda não estava apaixonada por ele, e nem ele nunca esteve apaixonado por ela, convinham-se. 
Agora acabou e eu desejo as maiores felicidades à Fernadinha. 
Gosto dela, desculpem lá.

Bom dia


Maggie

1 comentário:

Anónimo disse...

Por acaso, e sem conhecer ninguém, sempre gostei da forma discreta dela. Oxalá, consiga sair desta situação a bem!
Também não consigo compreender que digam mal, que fiquem felizes com a infelicidade dos outros! Metam-se nas suas vidinhas!
Cláudia F.