sábado, dezembro 31, 2016

em jeito de balanço, e enquanto os preparativos para logo à noite não apertam …

Elas ainda dormem que logo a festa vai ser grande, é deixa-las descansarem. O Manel vagueia de gatas pela casa descalço, é deixa-lo que doenças ainda não teve e não será por aí que vai ter. O meu marido foi correr a São Silvestre de Lisboa e eu entre uma mousse de chocolate e um patê de atum decidi vir aqui deixar umas palavras, nem sei bem para quê, porque eu nunca vou reler nada daquilo que por aqui escrevo, este blog só serve como confessionário e não para mais tarde recordar. O que há para recordar está dentro de nós e nunca será possível transmitir por palavras os sentimentos que vivemos. Fica uma partilha e um desabafo mas sem mais intenções. Não, este blog não é para os meus filhos um dia lerem, como tanto que circulam e que sigo. É só meu e do mundo. Adiante.
Este ano não foi mau, já tive piores. Houve coisas boas, como o nascimento de Manel, mudámos de casa, de colégio, temos passado bastante tempo em família e a dois, (pronto, quase a dois que o Manel ainda não conta), fizemos amigos na nova morada e felizmente temos tido saúde. Faltaram umas férias boas no Verão, por patetice, porque o Manel era pequenino não fomos longe. O bebé é um santo, porta-se lindamente foi uma patetice não ter aproveitado o Verão como sempre o aproveitamos. Enfim, aproveitaremos no novo ano. Gosto de sair, conhecer outros sítios e passear. 
Não fosse a tristeza da morte da minha mãe e ter perdido ainda uma tia e uma irmã este ano, e o ano tinha sido bonzinho. Não fantástico mas bonzinho.
Gosto de acreditar no amanhã, embora ás vezes não seja fácil, por isso 2017 começará com uma festa cá em casa, com amigos daqueles bem animados. Acredito que 2017 trará coisas boas para todos, tenho que acreditar. E desejo aquilo que fica bem e que todas as misses desejam: a paz no mundo e muita saúde para todos. Que se descubra a cura para todas as doenças e que as guerras acabem, que os lideres se entendam e que não morram mais inocentes. Vamos fazer um esforço e acreditar que 2017 será um ano feliz para cada um de nós e para a humanidade.

Festas Felizes e um Bom Ano Novo para todos



Maggie

3 comentários:

Maria do Mundo disse...

Detesto balanços e resoluções. Mas tinha que te vir desejar um maravilhoso 2017 a ti e a toda a tua fantástica família!

Anónimo disse...

Feliz ano. gosto muito de ler os seus desabafos, tantas vezes contra corrente e longe do politicamente correto. É uma lufada de ar fresco.

Maria Rita disse...

Maggie, eu sei que é pedir muito mas um dia gostava de a conhecer. Chama as coisas pelo nome sem floreados, fazem falta pessoas assim até para um abanão de vez em quando.

beijinhos e bom 2017