sexta-feira, janeiro 27, 2017

lembrar-me sempre …

que as miúdas, neste caso a Micas que é quem amua mais, tem direito a gozar dos seus amuos, a curtir os seus dramas e a ficar irritada quando é contrariada. 
Lembrar-me sempre que não vai piorar mas vai ser assim durante uns bons anos.
Lembrar-me sempre de não berrar, ordenar e seguir a minha vida.
Lembrar-me sempre de não a ignorar quando fica insuportável mas ignorar a "birra".
Lembrar-me sempre que eu sou a mãe e ela a filha.
Lembrar-me sempre que também já tive 11 anos, embora não me lembre de ser assim, chata.
Lembrar-me sempre de manter a calma e quando a paciência estiver no mínimo não falar, falar só no dia seguinte se tiver sido uma coisa importante. Se foi uma parvoíce nem falar mais disso.
(isto da adolescencia é um inferno)

Boa tarde


Maggie



2 comentários:

ana disse...

A adolescência ainda nem começou...

Maggie F. disse...

o pediatra diz que sim, pre adolescencia!

Beijinho