terça-feira, maio 23, 2017

estudar, testes, estudar, testes, ...



Pouco mais se tem feito aqui por casa. Quem tem filhos em idade escolar sabe do que falo. É testes, provas, exames, ... irra que nunca mais vejo a luz das férias ao fundo do túnel. Isto uma mãe também se cansa, não é fácil.
Um dia destes tive um jantar com umas amigas, temos filhos em escolas diferentes, logo têm avaliações diferentes, métodos e preocupações diferentes. Uma das minhas amigas dizia que já não se chateia com as notas como quando o filho estava no 1º ciclo, pois eu chateio-me, claro que me chateio. Está bem o dela anda numa escola onde os alunos vão sempre passando de ano e a minha está num colégio onde ficam retidos se tiverem negativa a uma das disciplinas principais. Eu no lugar dela, se calhar também não me ralava muito, se o miúdo passa de ano ... o pior virá mais tarde, mas adiante. Não foi essa a opção que fiz para a minha filha, logo não me estou nas tintas. Se é preciso estudar, estuda. O pior é que me leva de arrasto mas pronto estou quase profissional em matemática do 5º ano, já não me lembrava nada daquilo!
( e pronto, ainda mantenho a esperança que o meu Manel saia um pequeno génio, daqueles que quase nem precisam de pegar no livro, que só de ouvir na aula, fica tudo na cabeça)

Bom dia


Maggie

4 comentários:

Alex disse...

Verdade, esta fase é mais do mesmo. E preocupação com os resultados dos filhos que não caia em exagero, parece-me e pode de facto ajuda-los a sentirem-se apoiados.
Por acaso o meu post de hoje tb está relacionado :)))

mumdream disse...

Como eu te entendo, e os meus ainda estão no início...

ana disse...

Se eu tive de escolher um colégio para as minhas filhas, um requisito obrigatório seria que garantissem eles mesmos apoio extra em caso de dificuldades (como sei de colégios que o fazem). Essa desresponsabilização é muito conveniente... assim como ameaçar com a retenção (que nada resolve em termos de aprendizagem) é uma boa receita para promover uma falsa cultura de exigência...

Maggie F. disse...

No Colégio da Madalena têm apoio a português e a matemática os alunos que eles considerarem que precisam. Logo em Setembro os alunos fazem uma prova a português e outra a matemática para colocar logo no apoio quem precisar, mas não é fixo, ou seja, se melhorarem consideravelmente podem sair do apoio no perìodo seguinte e outros podem entrar no apoio se começarem a ter dificuldades, não se paga mais por isso. Cheguei a ver um colégio em que me avisaram logo que se a criança precisasse de apoio teria que arranjar eu, eles não tinham nada a ver com isso porque a criança não tinha lá feito a primária, caiu-me mal. Não gostei, até já tinha feito e pago a pre inscrição mas ficou sem efeito depois daquela conversa.
Também não acho que se deve chumbar os alunos por dá ca aquela palha mas passar quem não tem avaliações positivas também não me parece muito certo :)

Maggie