quinta-feira, novembro 16, 2017

foi autorizada a primeira barriga de aluguer em Portugal


E ao mesmo tempo a quantidade de gente inculta, mesquinha e de má índole decidiu que era uma altura boa para aparecer. E comentam a noticia. Podemos concordar ou discordar mas manter o respeito pelos outros, manter a educação e tentar não magoar quem já está fragilizado parece-me o básico. Triste povo este a quem é dada a palavra mas não sabe o que está em cima da mesa! Nem quer saber, aproveita-se o espaço para atirar pedras e mostrar que nem todos estão á altura desta discussão. O mais assustador: mulheres, muitas mulheres que não se metem no lugar das outras. Mulheres que deviam apoiar-se são as primeiras a atirar farpas e a colocar um tom arrogante.
Já li de tudo, desde ordinarices várias a ideias distorcidas do que é "emprestar o útero"a quem não o tem e quer ter filhos. É triste, espero que os futuros pais e mães de aluguer portugueses não leiam.

Quando são sabemos do que se trata informamo-nos primeiro, pode ser?

Boa tarde


Maggie


2 comentários:

Maria disse...

eu acho muito bem!

Maria do Mundo disse...

Olha, por muito que a situação me faça confusão, depois de ponderar e de me informar sobre o assunto, acho mesmo muito bem!