terça-feira, outubro 16, 2018

enquanto espero pelo fim da aula de inglês!






Do final da tarde, dos passeios com o Manuel, (este miúdo adora andar a pé), do apreciar a floresta e da estação do ano mais triste, que é o Outono. 
Por aqui a paisagem é a das histórias dos livros infantis de antigamente. Imensas árvores enormes e altas, com a folhagem a passar a vermelho, algumas já sem folhas, as bagas vermelhas nos ramos ... Os cogumelos aparecem de várias cores, tamanhos e feitios e crescem no meio dos jardins e da relva acabada de cortar há 2 dias. Há musgo, muito musgo, tanto que cresce até no alcatrão à beira da estrada, depois de se espalhar pelas pedras e pequenas rochas da paisagem.
Há esquilos, milhares deles, o chão cheio de bolotas, de algumas já só reconhecemos as cascas. Ouvem-se os pássaros, fazem muito barulho no cimo de uma árvore e é difícil perceber em qual estão pousados mas de repente levantam voo, são tantos ... 
Não há ninguém na rua. Passa uma pessoa ou duas em 30 minutos que passeio a pé por ali, passam a correr, o desporto aqui está na moda. Passa também um carro ou dois. Há silencio e muitas folhas espalhadas pelo chão. 
O meu marido avista lebres, ás vezes à noite atravessam-se na estrada, eu ainda não consegui ver nenhuma. E veados, há veados a rondar as casas metidas mais para dentro da vegetação densa.
Eu que não adoro a natureza estou em modo encantada com uma beleza que nunca tinha visto, um dia este encantamento passa-me mas vai demorar!

E as casinhas para passarinhos penduradas nas árvores? um amor.

Boa noite


Maggie

3 comentários:

Titica Deia disse...

Dá para criar uma fantasia ao estilo da Beatrix Potter :-)

Susana disse...

O outono aí é lindo. Aconselho a irem às montanhas e ver as manchas enormes de amarelos, laranjas e vermelhos.
Susana

marina maia disse...

Adorei, eu que adoro a natureza!!!
Beijinhos